Esporte

Ex-secretário-geral da ONU é indicado para presidir Comitê de Ética do COI

14/06/2017 12h48

Redação Central, 14 jun (EFE).- O nome do sul-coreano Ban Ki-moon, ex-secretário-geral da ONU, foi sugerido pela Executiva do Comitê Olímpico Internacional (COI), para presidir a Comissão de Ética da entidade.

A proposta será colocada em votação na assembleia do COI que acontecerá em setembro deste ano, em Lima, no Peru, em que também será escolhida a sede dos Jogos de 2024.

Caso seja apontado como novo mandatário da Comissão de Ética, Ban sucederá o senegalês Yusufa Ndiayel, que deixará a função depois do fim da reunião de dirigentes da entidade.

"Farei o que puder para reforçar a transparência do COI", garantiu o sul-coreano.

Ban foi secretário-geral das Nações Unidas entre 2007 e 2016 e, segundo o COI, "é um forte defensor da importância do esporte para enfrentar os desafios globais" do planeta.

O alemão Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico, elogiou o sul-coreano, em comunicado, garantindo que se trata de um exemplo de integridade e transparência".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo