Esporte

Jornal: "Muito indignado", Cristiano Ronaldo quer deixar Real em julho

Sergio Perez/Reuters
Imagem: Sergio Perez/Reuters

16/06/2017 06h40

O atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, que tem contrato com o clube em vigor até o ano de 2021, quer deixar o Santiago Bernabéu após ser acusado pela Promotoria da capital da Espanha de sonegar 14,7 milhões de euros (R$ 54,4 milhões) ao fisco espanhol, segundo publicou nesta sexta-feira o jornal português "A Bola".

O jogador estaria "muito indignado" com tudo relacionado ao processo que está sendo investigado.

Ainda de acordo com o jornal, Cristiano Ronaldo, que está concentrado com a seleção portuguesa para a Copa das Confederações, na Rússia, já teria comunicado sua decisão ao presidente do clube espanhol, Florentino Pérez.

Pessoas ligadas ao craque teriam dito ao jornal que ele estaria interessado em novos países como a Inglaterra, França, Itália ou até mesmo a China.

Ainda de acordo com gente do estafe do jogador, ele não quer ser "vítima de uma perseguição" e tampouco "palhaço do circo".

Na notícia, que estampa a primeira página do jornal, fala que a decisão de deixar a Espanha teria sido tomada há dois ou três meses e que pode se tornar pública após o período de férias que Ronaldo desfrutará quando terminar a participação de Portugal na Copa das Confederações.

Depois da “Bola”, outras publicações europeias confirmaram o desejo de Cristiano Ronaldo de deixar o Real Madrid. O “Marca”, inclusive, afirma que o clube espanhol tenta acalmar o jogador para fazê-lo mudar de opinião.

O Ministério Público acusa o jogador de quatro crimes, que teriam sido cometidos por quatro anos. Os valores ocultados por ano são de 1,39 milhões de euros em 2011, 1,66 milhões em 2012, 3,20 milhões em 2013 e de 8,50 milhões em 2014, totalizando 14,7 milhões de euros (R$ 54,4 milhões).

Segundo a denúncia, Cristiano Ronaldo tem se aproveitado de uma estrutura de empresas criada em 2010, para não declarar as quantias que recebe a título de direitos de imagem, algo que representa descumprimento "voluntário" e "consciente" das obrigações fiscais na Espanha.

Um dos advogados portugueses de Ronaldo, António Lobo Xavier, disse na última terça-feira que o jogador considerava a denúncia da Promotoria de Madri por crimes fiscais, uma "injustiça".

Lobo Xavier explicou que Ronaldo declarou em 2014 os direitos de imagem obtidos desde 2011, pois acreditava que era nesse ano que teria que fazer isso e não em exercícios anteriores, como defende a Promotoria.

"Não houve omissão de declaração, houve uma declaração segundo um critério que, aparentemente, não é o critério que a administração fiscal espanhola gosta, mas não tem base em uma lei ou em normas que possa se dizer que o jogador violou", disse.

Com 32 anos, Ronaldo renovou seu contrato este ano com o Real Madrid.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo