Esporte

Pizzi evita críticas mas lamenta gol anulado do Chile por auxiliares de vídeo

18/06/2017 19h41

Moscou, 18 jun (EFE).- O argentino Juan Antonio Pizzi, técnico da seleção chilena, evitou fazer reclamação direta, mas mostrou descontentamento com o uso do auxílio de arbitragem por vídeo, na estreia na Copa das Confederações, com vitória sobre Camarões por 2 a 0.

"É preciso ter paciência, dar tempo e ser compreensivo. Devemos levar em campo que é um processo experimental", afirmou o comandante da 'Roja', em entrevista coletiva concedida após a partida disputada na Otkrytiye Arena, em Moscou.

O lance questionado pelos chilenos foi a anulação do gol do atacante Eduardo Vargas, validado pelo esloveno Damir Skomina, mas anulado pela equipe de revisão comandada pelo francês Clément Turpin, aos 45 minutos do primeiro tempo.

"O time teve um altissímo nível, tanto individual quanto coletivo, com tabelas e avanços por ambos os lados, mas os jogadores foram para o intervalo com a sensação de que tinham os forçado a empatar", lamentou o técnico, ao avaliar a atuação chilena nos primeiros 45 minutos.

Os gols da vitória dos atuais campeões da Copa América vieram só no fim do segundo tempo, primeiro com o meia Arturo Vidal, aos 36 minutos, e depois com Vargas, nos acréscimos, em lance que foi invalidado no campo, mas confirmado, justamente, após revisão de vídeo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo