Esporte

Chile e Alemanha fazem duelo de líderes no grupo B da Copa das Confederações

21/06/2017 15h07

Kazan (Rússia), 21 jun (EFE).- As seleções de Chile e Alemanha, que venceram na primeira rodada do grupo B da Copa das Confederações, se enfrentarão nesta quinta-feira, às 15h (de Brasília), na Kazan Arena, de olho em novo resultado positivo, que pode até assegurar classificação antecipada às semifinais.

Domingo, na abertura da chave, em Moscou, a 'Roja' estreou passando por Camarões por 2 a 0, sem grande dificuldades. Um dia depois, os campeões mundiais estrearam encarando a Austrália, tomaram alguns sustos, em Sochi, mas conseguiram levar a melhor por 3 a 2.

O Chile superou uma primeira rodada em que não contou inteiramente com dois dos principais jogadores, o goleiro Claudio Bravo e o atacante Alexis Sánchez. O segundo começou no banco e até entrou em campo nos minutos finais, sendo importante na vitória sobre os campeões africanos.

A presença do arqueiro do Manchester City está descartada mais uma vez, já que ele se recupera de lesão no tornozelo esquerdo. Já o craque do Arsenal tem grandes chances de aparecer no 11 inicial, ainda mais depois da atuação discreta do substituto, Edson Puch, embora tenha se queixado de dores no tornozelo esquerdo.

Com exceção da esperada mudança no setor ofensivo, dessa forma, o técnico argentino Juan Antonio Pizzi deverá repetir a escalação utilizada na partida contra Camarões.

A Alemanha, por sua vez, dará nesta quinta-feira, provavelmente, o passo mais importante desta fase de grupos, no processo de amadurecimento de jovens revelações, já que o técnico Joachim Löw poupou as principais estrelas da Copa das Confederações.

Uma novidade já confirmada para o duelo com os chilenos será a presença do goleiro Marc-Andre Ter Stegen, que substituirá Bernd Leno, que atuou contra os australianos, dando sequência ao rodízio na posição que será estabelecido nestes três jogos. Assim, Kevin Trapp jogará na rodada final, contra Camarões.

Os outros dez titulares na partida da segunda rodada ainda são incógnita, inclusive o desenho tático que o 'Nationalelf' usará de início, já que Löw chegou a alternar entre o 4-2-3-1 e o o 3-4-3 durante o jogo de estreia, em Sochi.

O próprio comandante da seleção, em entrevista coletiva, deixou aberta a possibilidade de "três ou quatro" mudanças com relação ao time que derrotou os australianos, já que também visa dar o maior número de chances aos jogadores de linha.

Mais cedo, às 12h (de Brasília), as seleções Camarões e Austrália duelarão no Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, em busca da vitória que manterá as chances de permanecer na disputa por vaga nas semifinais da Copa das Confederações.



Prováveis escalações:.

Chile: Herrera; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Díaz, Vidal e Aránguiz; Fuenzalida, Vargas e Sánchez. Técnico: Juan Antonio Pizzi.

Alemanha: Ter Stegen; Kimmich, Rüdiger, Mustafi e Hector; Rudy e Stindl; Brandt, Goretzka e Draxler; Sandro Wagner. Técnico: Joachim Löw.

Árbitro: Alireza Faghani (Irã), auxiliado pelos compatriotas Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri.

Estádio: Kazan Arena, em Kazan (Rússia).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo