Topo

Esporte

Mayada é 2º jogador do River flagrado por doping na Libertadores

22/06/2017 19h55

Buenos Aires, 22 jun (EFE).- O meia uruguaio Camilo Mayada se tornou nesta quinta-feira o segundo caso de doping no River Plate na Taça Libertadores, um dia depois da divulgação da informação que o zagueiro Lucas Martínez Quarta foi flagrado.

Mayada, de 26 anos, deu positivo no exame feito após a vitória sobre o Melgar por 3 a 2, em 18 de maio, em que o jogador uruguaio marcou um gol e deu passe para outro.

Martínez Quarta viveu uma quarta-feira agitada. À tarde, foi divulgado seu caso de doping em controle feito no empate com o Emelec em 1 a 1, em 10 de maio, e horas depois balançou a rede e ajudou os 'Millonarios' a bater o Aldosivi por 1 a 0, pela penúltima rodada do Campeonato Argentino.

O River pediu contraprova nos dois casos, e ainda é esperada a posição da Conmebol sobre possíveis punições. A entidade comunicou ao clube argentino que os dois atletas foram flagrados pelo consumo do diurético hidroclorotiazida.

Enquanto isso, nesta quinta-feira, a imprensa argentina publicou que seriam sete, e não apenas dois, os casos de doping na equipe de Buenos Aires.

O time dirigido pelo técnico Marcelo Gallardo se classificou para as oitavas de final da Libertadores e enfrentará o Guaraní, do Paraguai. As partidas acontecerão em 4 de julho, em Assunção, e em 8 de agosto, no Monumental de Nuñez.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte