Esporte

Portugal joga pelo empate contra a Nova Zelândia e pode ter equipe mista

23/06/2017 12h28

Moscou, 23 jun (EFE).- Com a classificação para as semifinais da Copa das Confederações praticamente garantida, Portugal enfrentará a Nova Zelândia neste sábado no estádio Krestovsky, em São Petersburgo, e precisará apenas de um empate, o que pode levar o técnico Fernando Santos a poupar jogadores.

A campeã europeia soma quatro pontos e está em segundo lugar na chave, atrás do México, que leva a melhor no número de gols marcados, e um ponto à frente da anfitriã Rússia. A representante da Oceania ainda não pontuou e está eliminada.

Como mexicanos e russos se enfrentarão na outra partida da chave, em Kazan, os portugueses estarão entre os quarto melhores da competição em caso de igualdade, o que deixa Fernando Santos à vontade para dar descanso a alguns a atletas.

A primeira troca será forçada. O lateral-esquerdo Rafaël Guerreiro se machucou e será substituído por Eliseu. Já Cristiano Ronaldo, conhecido por ser "fominha" e não gostar de ficar de fora, acostumou-se a ser poupado por Zinedine Zidane no Real Madrid e deverá ir para o banco, dando lugar a Nani.

Na vitória sobre a Rússia por 1 a 0, na última quarta-feira, Cristiano se mostrou mais participativo que na estreia, contra o México, principalmente no primeiro tempo, em que fez o gol do jogo. O melhor do mundo na última temporada aproveitou cruzamento de Guerreiro para marcar.

O outro jogador do Real Madrid na seleção lusitana, o zagueiro Pepe, tambem será preservado. Por outro lado, o zagueiro Neto, o volante Danilo e o meia Bernardo Silva, recentemente contratado pelo Manchester City, ganharão uma chance entre os titulares.

Na Nova Zelândia, só resta tentar se despedir com honra e conquistar sua primeira vitória em quatro participações na Copa das Confederações. O triunfo poderia ter acontecido na última quarta, mas, depois de terem ido para o intervalo em vantagem, os 'Kiwis' sofreram a virada diante do México.

Até hoje, a seleção da Oceania disputou 11 partidas pela competição, acumulando dez derrotas e um empate sem gols com o Iraque em 2009.



Prováveis escalações:.

Portugal: Rui Patricio; Semedo, Neto, Fonte e Eliseu; Danilo, Adrien Silva, André Gomes e Bernardo Silva; Nani e André Silva. Técnico: Fernando Santos.

Nova Zelândia: Marinovic; Doyle, Smith, Durante, Tzimopoulos e Boxall; Thomas, Tuiloma e McGlinchey; Rojas Wood. Técnico: Anthony Hudson.

Árbitro: Mark Geiger (EUA), auxiliado pelo compatriota C.J. Morgante e por Joe Fletcher (Canadá).

Estádio: Krestovsky, em São Petersburgo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo