Esporte

Chile leva susto, mas empata com a Austrália e se classifica

25/06/2017 14h07

Moscou, 25 jun (EFE).- Nervoso e menos eficiente que de costume, o Chile teve certo trabalho e saiu atrás no placar, mas se classificou para as semifinais da Copa das Confederações ao empatar com a Austrália em 1 a 1 na Otkrytie Arena, em Moscou, ficando com o segundo lugar do grupo B, e agora terá Portugal pela frente.

O resultado na capital russa levou o campeão das duas últimas edições da Copa América a cinco pontos, três a mais que o adversário, que precisava vencer por dois gols de diferença, mas ficou na terceira posição.

No outro jogo da chave, em Sochi, a Alemanha confirmou o favoritismo diante de Camarões, fez 3 a 1 e obteve a liderança, com sete pontos. Os 'Leões Indomáveis' ficaram na lanterna, com um.

A seleção dirigida pelo argentino Juan Antonio Pizzi enfrentará o campeão europeu na próxima quarta-feira, em Kazan. Um dia depois, os alemães jogarão contra o México em Sochi.

O Chile entrou em campo com três velhos conhecidos da torcida brasileira, o lateral-esquerdo Mena, que defende o Sport e já passou por Santos, Cruzeiro e São Paulo, o volante Aránguiz, ex-Internacional, e o atacante Vargas, que vestiu a camisa do Grêmio.

'La Roja' até atacou mais no começo de partida, mas a única chance mais clara aconteceu aos sete minutos de bola rolando, em tentativa de fora da área de Vidal. O goleiro Ryan deu rebote, e Sánchez não conseguiu aproveitar.

Aos poucos, porém, a Austrália foi equilibrando as ações até abrir o placar, aos 41 minutos do primeiro tempo. Em contra-ataque rápido pelo meio, Sainsbury tabelou com Kruse e bateu cruzado, encontrando Troisi, que deu um leve toque por cima de Bravo e fez 1 a 0.

O gol levou certo desespero aos chilenos, que passaram a ter ainda menos criatividade e a errar muitos passes. Aos 12 minutos da etapa final, Jara fez a ligação direta até Sánchez, que até brigou bem dentro da área, mas sua finalização foi encaixada por Ryan.

Mais na base do sufoco que da organização, o bicampeão da Copa América chegou ao empate aos 22. Mena levantou da esquerda, e a defesa não afastou. Vargas disputou pelo alto, Rodríguez aproveitou a sobra e completou para a rede.

Em um primeiro momento, o gol esquentou a partida, e a virada quase aconteceu logo na sequência, aos 24. Sánchez driblou na ponta esquerda e colocou na cabeça de Vargas, que concluiu rente ao poste. Na resposta australiana, aos 27, Maclaren foi lançado completamente livre na área, mas não cabeceou como gostaria.

Depois disso, porém, o jogo esfriou. Os 'Socceroos' não tiveram técnica e disposição suficientes para buscar os dois gols de que precisava para avançar. O Chile trocou passes e administrou o empate até o apito final.



Ficha técnica:.

Chile: Bravo; Isla, Paulo Díaz, Jara e Mena; Aránguiz, (Hernández), Silva e Vidal; Fuenzalida (Rodríguez), Vargas (Marcelo Díaz) e Sánchez. Técnico: Juan Antonio Pizzi.

Austrália: Ryan; McGowan, Sainsbury e Luongo; Milligan, Irvine, Kruse e Behich; Troise, Rogic e Juric. Técnico: Ange Postecoglu.

Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini.

Cartões amarelos: Vidal e Hernández (Chile); Luongo, Troisi, Cahill e Behich (Austrália).

Gols: Rodríguez (Chile); Troisi (Austrália).

Estádio: Otkrytie Arena, em Moscou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo