Topo

Esporte

Morre árbitro lembrado por ter expulsado Pelé na Colômbia

26/06/2017 18h05

Bogotá, 26 jun (EFE).- O árbitro Guillermo Velásquez, lembrado por ter mostrado cartão vermelho para Pelé em um amistoso do Santos em Bogotá em 1968, morreu nesta segunda-feira aos 84 anos, informou a Federação Colombiana de Futebol (FCF) em comunicado.

Velásquez foi o árbitro central da partida em que o Peixe bateu uma seleção universitária da Colômbia, que se preparava para os Jogos Olímpicos da Cidade do México, por 4 a 2. O evento aconteceu em 17 de julho de 1968 no estádio El Campín, em Bogotá.

"Pelé pediu pênalti, e eu disse: 'joguem, joguem'. Então ele partiu para cima de mim com grosserias", relatou Velázquez há alguns anos ao lembrar o momento de maior de destaque de sua carreira.

De maneira insólita, a decisão do árbitro foi revogada pelos organizadores do evento. Pelé, que já estava no vestiário, voltou para o gramado e quem deixou o campo foi Velázquez, sendo substituído por um dos auxiliares.

"Lamentamos profundamente a morte do ex-árbitro colombiano Guillermo 'El Chato' Velásquez e enviamos uma mensagem de condolência a toda a sua família e amigos neste momento difícil", pronunciou-se a federação na sua página oficial. "A sua lembrança permanecerá sempre na nossa memória como um exemplo de pessoa e profissional. Que descanse em paz", acrescenta a nota.

'El Chato' foi árbitro na Colômbia de 1957 e 1982. Participou da Copa do Mundo de 1970 e esteve em quatro edições dos Jogos Olímpicos. Segundo seus familiares, ele vinha com problemas de saúde há sete anos, depois de um transplante de rim.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte