Esporte

Portugal e Chile definem primeiro finalista da Copa das Confederações

27/06/2017 14h43

Kazan (Rússia), 27 jun (EFE).- Campeão europeu, Portugal, encarará nesta quarta-feira, às 15h (de Brasília) o Chile, detentor do título da Copa América, na primeira semifinal da Copa das Confederações, em jogo que acontecerá na Kazan Arena, definindo rival de quem avançar no dia seguinte entre Alemanha e México.

Além de colocar frente a frente os vencedores das duas principais competições continentais de seleções do planeta, a partida ainda envolverá dois participantes que optaram por usar força máxima na competição que acontece na Rússia, o que colocará em campo Cristiano Ronaldo, Alexis Sánchez, Arturo Vidal, entre outros.

Os lusos avançaram na fase inicial como líderes do grupo A, marcando sete pontos em nove possíveis. A seleção europeia estreou empatando com o México em 2 a 2, para vencer, na sequência, a Rússia por 1 a 0 e a Nova Zelândia por 4 a 0. Eleito pela torcida o melhor campo nos três jogos, CR7 foi o artilheiro, com dois gols.

O craque está ao lado dos alemães Lars Stindl e Timo Werner na ponta da tabela de goleadores da competição. Para o jogo desta quarta-feira, o camisa 7 está confirmado no comando de ataque, provavelmente, ao lado de André Silva, que também balançou as redes no duelo com os neozelandeses.

A grande dúvida nos campeões europeus é quanto a presença do meia Bernardo Silva, que torceu o tornozelo direito no momento em que marcou um dos gols no jogo com o representante da Oceania. O técnico Fernando Santos, em entrevista coletiva, não garantiu o jogador recém-contratado pelo Manchester City, em campo.

"Teve um treino de adaptação com o restante do time, mas terá que esperar. Amanhã (quarta-feira) tomaremos uma decisão", disse o comandante, que pode optar por lançar o experiente Ricardo Quaresma aberto pelo lado direito do setor ofensivo português.

Pepe, por sua vez, está fora por acúmulo de cartões amarelos. Com isso, a zaga deverá ser formada por Bruno Alves e José Fonte. Luís Neto corre por fora, com menos chances de entrar em campo.

Em entrevista coletiva, Fernando Santos admitiu esperar um confronto muito complicado, devido a grande capacidade de adaptação do rival durante as partidas.

"Não é uma equipe tradicional. Tem muitas alternativas, por isso, precisamos ser cautelosos. São duas seleções equilibradas, já que nós também temos jogadores aguerridos e com grande capacidade física", disse o técnico.

Os chilenos avançaram às semifinais na segunda colocação do grupo B, com cinco empates. Na estreia, levaram a melhor sobre Camarões por 2 a 0, para, em sequência empatar com a Alemanha e a Austrália, ambos os jogos que terminaram com placar de 1 a 1.

Para o jogo desta quarta-feira, o técnico argentino Juan Antonio Pizzi já adiantou que contará com força máxima, inclusive, o zagueiro Gary Medel, que foi poupado do duelo com os 'Socceroos', no domingo, devido problema muscular.

"Temos a grande sorte de que os 23 jogadores estarão disponíveis. Estamos muito bem preparados", afirmou o comandante.

No gol, Claudio Bravo, que ficou fora dos dois primeiros jogos da seleção chilena na competição, panturrilha esquerda, está confirmado no 11 inicial, em que a única dúvida é no setor de meio, entre Pablo Hernández e José Pedro Fuenzalida.

Para Pizzi, que foi comandado por Fernando Santos no Porto em 2000, a expectativa é de um grande confronto entre os campeões da Europa e América do Sul, que, segundo ele, não tem favoritos.

"Sabemos que teremos um jogo difícil, como assim será para Portugal. Chile e Portugal estão entre as melhores seleções do mundo. Será uma bela semifinal", disse o argentino de nascimento, que defendeu a seleção espanhola.



Prováveis escalações:.

Portugal: Rui Patrício; Cédric, Bruno Alves, Fonte e Eliseu; William Carvalho, Adrien Silva, Bernardo Silva (ou Quaresma) e André Gomes; Cristiano Ronaldo e André Silva. Técnico: Fernando Santos.

Chile: Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Marcelo Díaz, Aránguiz, Hernández (ou Fuenzalida) e Vidal; Vargas e Sánchez. Técnico: Juan Antonio Pizzi.

Árbitro: Alireza Faghani (Irã), auxiliado pelos compatriotas Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri.

Estádio: Kazan Arena, em Kazan (Rússia).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo