Esporte

Sem Lucca, Ponte faz duelo inédito contra o Sol de América pela Sul-Americana

28/06/2017 13h57

(Corrige data).

Rio de Janeiro, 28 jun (EFE).- Em um duelo inédito pela Copa Sul-Americana, a Ponte Preta enfrenta nesta quinta-feira o Sol de América, buscando uma vitória diante da torcida no Moisés Lucarelli para abrir vantagem na disputa por vaga nas oitavas de final.

Sem o atacante Lucca, melhor jogador da equipe e vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, que cumpre a segunda partida de suspensão após ter sido suspenso por uma expulsão contra o Gimnasia La Plata, o técnico Gilson Kleina já definiu o time que entra em campo.

Lins substituirá Lucca e fará dupla com Emerson Sheik, que ainda busca seu primeiro com gol a camisa do clube. Outra mudança em relação ao time que perdeu para o Palmeiras no último domingo está na lateral-esquerda. Sai João Lucas e entra Fernandinho.

Além deles, punidos para a partida do fim de semana contra o Avaí pelo Brasileirão, o zagueiro Rodrigo e o meia Renato Cajá tem presença confirmada na equipe escalada por Kleina para o jogo.

Mesmo jogando em casa, a Ponte espera uma partida difícil. A qualidade do adversário foi ressaltada por Cajá em entrevista prévia ao duelo válido pela segunda fase da competição.

"Os paraguaios sempre são muito fortes na marcação. Devemos nos adaptar a isso para fazer nosso jogo. É difícil jogar fora, por isso temos que ter uma vantagem em casa, não importa quem venha aqui", afirmou o experiente meio-campista.

Pelo lado do Sol de América, treinado pelo argentino Fernando Ortiz, também há mudanças em relação à primeira fase da Sul-Americana. Para chegar ao duelo contra a Ponte, a equipe paraguaia passou pelo Estudiantes de Caracas por uma vitória de 10 a 3 no placar agregado.

As novas contratações do clube de Assunção para o segundo semestre, como Aldo Vera, Alejandro Nicolás Martínez, Nicolás Arrechea e Pedro Arce, foram inscritas no torneio e fazem parte do grupo que viajou a Campinas para a partida.

O Sol de América chega para o jogo após terminar o Torneio Apertura do Campeonato Paraguaio com um empate contra o Sportivo Luqueño. Com o resultado, a equipe concluiu o torneio com a quinta posição, 15 pontos atrás do campeão Libertad.

Um desafio para a Ponte será superar a forte defesa do adversário, a segunda menos vazada do Apertura paraguaio, após sofrer apenas 17 gols em 22 jogos. Por esse motivo, Ortíz pretende manter a solidez defensiva para decidir a vaga em casa.

No entanto, o Sol de América vem de uma sequência de resultados negativos: foi incapaz de vencer nas últimas seis partidas do torneio local. Foram cinco empates e uma derrota para o Libertad.



Prováveis Escalações:.

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Rodrigo, Marllon, Fernandinho; Fernando Bob, Elton e Renato Caja; Claudinho, Sheik e Lins. Técnico: Gilson Kleina.

Sol da América: Silva; Olmedo,Velázquez, Mareco e Velázquez; Rojas, Franco, Vargas, Mendieta e Ruíz Díaz; Martín Giménez. Técnico: Fernando Ortíz

Árbitro: José Argote (Venezuela), auxiliado pelos compatriotas Carlos López e Jorge Urrego.

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (São Paulo).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo