Esporte

Suprema corte suíça rejeita recurso de Platini contra pena imposta pela Fifa

06/07/2017 14h48

Redação Central, 6 jul (EFE).- A suprema corte da Suíça rejeitou nesta quinta-feira o recurso do francês Michel Platini, ex-presidente da Uefa, contra a suspensão de quatro anos do futebol, imposta por descumprimento do Código Ético da Fifa.

O antigo camisa 10 da seleção 'bleu' foi punido por aceitar, em 2011, um pagamento de 1,8 milhões de euros (R$ 6,7 milhões) da federações internacional, por trabalhos que teriam sido realizados entre 1998 e 2002.

Inicialmente, a Fifa suspendeu Platini por oito anos, mas a comissão de apelação da própria entidade reduziu a pena para seis anos. Em seguida, foi a vez da Corte Arbitral do Esporte (CAS) ditar uma nova redução, para quatro anos.

O francês, com a punição, acabou sendo impedido de concorrer à presidência da federação, em fevereiro do ano passado.

Pelo mesmo caso, o suíço Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa, acabou suspenso em seis anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo