Esporte

Murray e Federer avançam às quartas em Wimbledon, no dia da queda de Nadal

10/07/2017 18h42

(Corrige último parágrafo).

Londres, 10 jul (EFE).- O britânico Andy Murray e o suíço Roger Federer, dois principais favoritos em Wimbledon, venceram com autoridade os jogos que disputaram nesta segunda-feira e se garantiram nas quartas de final, em dia de fortes emoções com a vitória do luxemburguês Gilles Muller sobre o espanhol Rafael Nadal.

Número 1 do mundo, e campeão em 2013 e 2016, o tenista da casa passou pelo francês Benoit Paire, 46º colocado do ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 7-6 (1), 6-4 e 6-4. A partida teve duas horas e 21 minutos de duração.

Agora, Murray encarará nas quartas, fase que alcança pela décima vez na carreira, o americano Sam Querrey, que superou de virada hoje o sul-africano Kevin Anderson, em jogo de cinco sets, fechado com 5-7, 7-6 (5), 6-3, 6-7 (11) e 6-3, em batalha que durou três horas e sete minutos.

Já Federer, terceiro cabeça de chave, despachou o búlgaro Grigor Dimitrov, 13º, em mais uma partida, a quarta nesta edição do torneio, em que não perde um set sequer. O jogo que teve parciais de 6-4, 6-2 e 6-4. A tranquila vitória do ex-número 1 do mundo teve duração de apenas uma hora e 38 minutos.

Esta é a 15ª vez na carreira que Federer consegue se garantir entre os oito melhores em Wimbledon, onde foi campeão em 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2012.

Nas quartas, Federer pegará o canadense Milos Raonic, sexto favorito, que eliminou hoje o alemão Alexander Zverev, décimo, com vitória de virada por 3 sets a 2, com parciais de 4-6, 7-5, 4-6, 7-5 e 6-1.

A grande batalha do dia foi protagonizada por Muller e Nadal, com quatro horas e 48 minutos, em que o luxemburguês, cabeça de chave número 16, eliminou o número 4, que chegou a salvar quatro match points, em cinco sets, com parciais de 6-3, 6-4, 3-6, 4-6 e 15-13.

Na próxima fase, Muller terá como adversário o croata Marin Cilic, sétimo cabeça de chave do Grand Slam londrino, que eliminou o espanhol Roberto Bautista com um triplo 6-2, em uma hora e 41 minutos.

Ainda nesta segunda-feira, o tcheco Tomas Berdych, favorito número 11, venceu o austríaco Dominic Thiem, número 8, por 3 sets a 2, com 6-3, 6-7 (1), 6-3, 3-6 e 6-3, e agora espera quem levar a melhor do confronto entre o sérvio Novak Djokovic e o francês Adrian Mannarino.

A partida envolvendo o segundo cabeça de chave, que aconteceria na quadra 1, acabou sendo atrasada devido ao longo jogo entre Muller e Nadal, que aconteceu no mesmo local e, posteriormente, foi adiado por causa da falta de luz natural.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo