Esporte

Tóquio diz estar "preparada" para grande terremoto durante Jogos Olímpicos

Shizuo Kambayashi/AP
Toshiro Muto, presidente do Comitê Organizador da Olimpíada de Tóquio, em coletiva Imagem: Shizuo Kambayashi/AP

18/07/2017 09h39

O diretor executivo do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Toshiro Muto, afirmou nesta terça-feira (18) que a capital japonesa está "totalmente preparada" para resistir a um terremoto de grande magnitude caso que uma catástrofe deste tipo ocorra durante o megaevento.

O dirigente admitiu em coletiva de imprensa que o Japão "tem um longo histórico de terremotos de grande magnitude" e de outros desastres naturais, e acrescentou que Tóquio "é uma das cidades mais preparadas do mundo" para este tipo de catástrofes.

Há pouco mais de três anos para os Jogos Olímpicos, Muto analisou a evolução dos preparativos. Embora tenha admitido que a organização do megaevento ainda não conta com nenhum plano específico de resposta para catástrofes, o executivo disse que o governo de Tóquio "tomou todas as medidas possíveis para que a cidade seja resistente a qualquer tipo de desastre".

O Japão está localizado sobre o chamado Círculo de Fogo do Pacífico, uma das regiões sísmicas mais ativas do mundo, e sofre terremotos com relativa frequência. Por esse motivo, as infraestruturas são projetadas para aguentar os tremores e as autoridades organizam de forma habitual simulações de evacuação para estes casos.

Muto também destacou que um dos motivos pelos quais o Japão apostou na organização dos Jogos Olímpicos é "ensinar ao mundo que o país já se recuperou" do grande terremoto e do tsunami de março de 2011, assim como "agradecer a todos os países que enviaram ajuda" após a tragédia.

Além disso, o diretor do Comitê Organizador disse que o organismo "tentará reduzir ainda mais" o custo de Tóquio 2020, após o Comitê Olimpico Internacional (COI) ter dito durante a última visita à capital japonesa que havia margem para cortar o orçamento.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio custarão entre 1,6 trilhões e 1,8 trilhões de ienes (entre R$ 45 bilhões e R$ 50 bilhões), segundo a primeira versão do orçamento, aprovada em dezembro do ano passado.O diretor executivo do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Toshiro Muto, afirmou nesta terça-feira (18) que a capital japonesa está "totalmente preparada" para resistir a um terremoto de grande magnitude caso que uma catástrofe deste tipo ocorra durante o megaevento.

O dirigente admitiu em coletiva de imprensa que o Japão "tem um longo histórico de terremotos de grande magnitude" e de outros desastres naturais, e acrescentou que Tóquio "é uma das cidades mais preparadas do mundo" para este tipo de catástrofes.

Há pouco mais de três anos para os Jogos Olímpicos, Muto analisou a evolução dos preparativos. Embora tenha admitido que a organização do megaevento ainda não conta com nenhum plano específico de resposta para catástrofes, o executivo disse que o governo de Tóquio "tomou todas as medidas possíveis para que a cidade seja resistente a qualquer tipo de desastre".

O Japão está localizado sobre o chamado Círculo de Fogo do Pacífico, uma das regiões sísmicas mais ativas do mundo, e sofre terremotos com relativa frequência. Por esse motivo, as infraestruturas são projetadas para aguentar os tremores e as autoridades organizam de forma habitual simulações de evacuação para estes casos.

Muto também destacou que um dos motivos pelos quais o Japão apostou na organização dos Jogos Olímpicos é "ensinar ao mundo que o país já se recuperou" do grande terremoto e do tsunami de março de 2011, assim como "agradecer a todos os países que enviaram ajuda" após a tragédia.

Além disso, o diretor do Comitê Organizador disse que o organismo "tentará reduzir ainda mais" o custo de Tóquio 2020, após o Comitê Olimpico Internacional (COI) ter dito durante a última visita à capital japonesa que havia margem para cortar o orçamento.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio custarão entre 1,6 trilhões e 1,8 trilhões de ienes (entre R$ 45 bilhões e R$ 50 bilhões), segundo a primeira versão do orçamento, aprovada em dezembro do ano passado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo