Esporte

La Volpe critica Osorio e jogadores por revezamento na seleção mexicana

19/07/2017 20h44

Cidade do México, 19 jul (EFE).- O argentino Ricardo La Volpe, que treinou o México de 2002 a 2006 e atualmente está sem equipe, publicou nesta quarta-feira um texto no Facebook em que critica o revezamento de jogadores realizado pelo atual técnico da seleção da América do Norte, Juan Carlos Osorio.

"Alguém sabe como o México vai jogar, qual é o seu sistema, quem são os seus destaques ou quais são as suas carências? Estamos dando uma mensagem ao mundo que não temos grandes estrelas ou líderes e permitindo que não nos vejam com perigo, como uma potência", considerou o treinador, cujo último trabalho foi à frente do América do México, no primeiro semestre.

No texto com o título "Lógica do Futebol", La Volpe disse que os jogadores deveriam ser mais firmes nas conversas com Osorio. "A responsabilidade não é só do técnico. Acho que é um ponto muito importante dos próximos jogadores, porque me estranha que, em um diálogo com a comissão técnica, não se fale de titularidade", escreveu.

Segundo La Volpe, é fácil saber os titulares das principais seleções do mundo, o que, no entanto, não acontece com a 'Tri'. Como exemplo, o argentino citou o Brasil, com "Neymar, Coutihno (SIC), Thiago, Marcelo, etc".

"Ninguém desconhece o momento do futebol, mas então me ponho a pensar: por que o México é diferente em sua forma de trabalhar? Por que seu técnico faz tantos revezamentos? Eu vejo que no mundo as grandes seleções têm seus jogadores titulares, sendo fundamentais para seu sistema", argumentou.

La Volpe disse ter autoridade para falar sobre o tema porque conta com a experiência de ter treinado o México e afirmou que a equipe de Osorio tem 12 meses para melhorar e cumprir o objetivo de chegar às quartas de final na Copa do Mundo do ano que vem.

"Temos um ano para que toda a comissão técnica, seleção, jogadores e dirigentes se comprometam a cumprir a primeira meta, que é passar até a quinta partida e partir daí continuar crescendo para conquistar um título", finalizou.

O México lidera o hexagonal final das Eliminatórias da Concacaf para a Copa, com 14 pontos, sete a mais que o Panamá, que aparece em quarto e disputaria uma repescagem contra o quinto colocado da Ásia caso a classificatória terminasse hoje.

A 'Tri' vem de seis quedas seguidas em oitavas de final de Mundial e no mês passado ficou em quarto na Copa das Confederações, com uma derrota para Portugal na prorrogação na disputa pelo terceiro lugar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo