Esporte

Nicholas Santos conquista prata nos 50 metros borboleta

24/07/2017 16h01

Budapeste, 24 jul (EFE).- Nicholas Santos conquistou nesta segunda-feira pela segunda vez seguida a medalha de prata na prova dos 50 metros borboleta do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria, em dia de classificação de Guilherme Guido para a final dos 100 costas.

O experiente nadador paulista, de 37 anos, ficou com a segunda colocação na prova ao cravar o tempo de 22s79, terminando apenas quatro centésimos atrás do britânico Benjamin Proud, uma década e meia mais jovem, que arrebatou o ouro.

Há dois anos, em Kazan, na Rússia, Nicholas Santos acabou superado pelo francês Florent Manaudou, também conquistando a medalha de prata.

Hoje, logo atrás do britânico e do brasileiro, ficou o ucraniano Andrii Govorov, com o tempo de 22s84.

A final dos 50 metros borboleta ainda teve a participação de Henrique Martins, que terminou na sexta colocação, ao nadar em 23s14, praticamente a mesma marca que obteve nas semifinais, quando nadou em 23s13.

Guilherme Guido, por sua vez, entrou na água hoje duas vezes e garantiu vaga na prova de disputa de medalhas, que escapou em Kazan, quando avançou nas eliminatórias em sexto, mas foi apenas o 14º colocado na etapa seguinte.

Hoje, o paulista ficou na sétima colocação pela manhã, com o tempo de 53s72, posição que repetiu na parte da tarde, quando nadou um centésimo mais rápido. O mais veloz das semifinais foi, com sobras, o chinês Jiayu Xu, com 52s44, quase meio segundo na frente do americano Ryan Murphy, que teve marca 52s95.

Principal atração para a torcida em Budapeste, a húngara Katinka Hosszu conquistou o ouro nos 200 metros medley, no entanto, não conseguiu quebrar o próprio recorde mundial, quebrado há dois anos em Kazan, quando nadou em 2min06s12.

Hoje, a Dama de Ferro, como é conhecida, conseguiu marca de 2min07s00, liderando prova que teve a surpreendente japonesa Yui Ohashi, que, da raia 8, conquistou a prata com o tempo de 2min07s91. O bronze ficou com a americana Madisyn Cox, que nadou na 7, com 2min09s71.

Nos 100 metros borboleta feminina, a sueca Sarah Sjostrom se sagrou tetracampeã mundial, ao vencer prova com tempo de 55s53, novo recorde da competição. A australiana Emma Mckeon terminou na segunda posição, com 56s18, seguida pela americana Kelsi Worrell, com 56s37.

Outro a vencer, com direito a melhor marca da história do Mundial foi o britânico Adam Peaty, nos 100 metros costas, com 57s47. A prata foi para o americano Kevin Cordes, com 58s79, seguido pelo russo Kirill Prigoda, com 59s05.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo