Topo

Esporte

Em meio a crise, tesoureiro assume presidência da federação espanhola

25/07/2017 19h08

Madri, 25 jul (EFE).- A Federação Espanhola de Futebol (RFEF), que vive grave crise institucional após e prisão de seu presidente, Ángel María Villar, e o primeiro vice-presidente, Juan Padrón, tem um novo mandatário, Juan Luis Larrea, que até agora vinha sendo o tesoureiro da entidade.

Segundo informações fornecidas à Agência Efe por fontes da federação, Larrea foi designado em reunião interna realizada na sede da organização, em Las Rozas, por ser o membro mais antigo.

Villar está preso desde a última quinta-feira em meio à operação Soule, através da qual o juiz da Audiência Nacional espanhola Santiago Pedraz o acusa de administração desleal, apropriação indébita, corrupção, falsificação de documentos e possível ocultação de bens, todos relacionados com a organização de partidas da seleção espanhola masculina.

O dirigente e Padrón, que também está detido, foram suspensos de forma cautelar por um ano nesta terça pelo Conselho Superior de Esportes do país (CSD).

Mais Esporte