Esporte

Vettel conta com ajuda de Kimi e vence na Hungria em dobradinha da Ferrari

30/07/2017 10h58

Redação Central, 30 jul (EFE).- Com grande ajuda de seu companheiro de equipe, o alemão Sebastian Vettel venceu neste domingo o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, em dia de dobradinha da Ferrari, e voltou a abrir vantagem sobre o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) no Mundial de Pilotos.

Apesar da vitória de Vettel, Kimi Raikkonen foi o grande nome da prova. Como um fiel escudeiro, o finlandês da Ferrari cruzou a linha de chegada na segunda posição após passar grande parte da corrida impedindo uma ultrapassagem de Hamilton, que buscava a vitória.

Mais veloz que o companheiro de Ferrari, Raikkonen reduziu o ritmo para atuar como um protetor de Vettel contra o avanço das Mercedes.

Hamilton tinha só tinha chegado ao terceiro lugar porque seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, cedeu a ultrapassagem para ajudar o britânico na luta pelo título. No entanto, foi combinado pelo rádio que as posições seriam invertidas se o tricampeão mundial não conseguisse passar Raikkonen.

Sem sucesso, Hamilton cedeu a terceira posição para Bottas metros antes da linha de chegada e ficou com o quarto lugar na Hungria.

Com o resultado, Vettel, que tinha um ponto de vantagem sobre Hamilton no Mundial de Pilotos antes da prova, deixa o circuito de Hungaroring com 202 pontos contra 188 de Hamilton.

A corrida também foi marcada pela ausência de Felipe Massa. O brasileiro da Williams sentiu mal durante a disputa do último treino livre ontem e, em acordo com a equipe, por precaução, decidiu ceder o lugar para o britânico Paul di Resta.

Foi a primeira vez desde 1982 que o grid de largada de um Grande Prêmio da Fórmula 1 não teve a presença de um piloto brasileiro.

O quinto lugar ficou com o holandês Max Verstappen (Red Bull), que na largada deu um toque que tirou seu companheiro de equipe, o australiano Daniel Ricciardo, da prova.

O espanhol Fernando Alonso, em um fim de semana muito comemorado pela McLaren, terminou a prova no sexto lugar, a melhor posição obtida pela escuderia britânica na temporada. Seu companheiro de equipe, o belga Stoffel Vandoorne, cruzou a linha de chegada em 10º, também dentro da zona de pontuação.

O sétimo lugar ficou com o também espanhol Carlos Sainz (Toro Roso), que foi seguido pelo mexicano Sergio Pérez e pelo francês Esteban Ocon, ambos da Force India.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo