Esporte

Kubica diz que volta foi fantástica, mas que ainda é cedo para próximo passo

02/08/2017 17h21

Redação Central, 2 ago (EFE).- O polonês Robert Kubica, protagonista dos testes da Fórmula 1 nesta quarta-feira ao retornar à categoria seis anos depois de sofrer um grave acidente em um rali, disse que a sensação de pilotar a Renault no circuito de Hungaroring foi fantástica, mas que ainda é cedo para um próximo passo.

Seis anos depois do grave incidente no rali Ronde di Andora, na Itália, Kubica fez testes pela Renault hoje, deu 142 voltas na pista na segunda sessão e terminou com o quarto melhor tempo. O treino da tarde foi liderado pelo alemão Sebastian Vettel (Ferrari).

"Foi uma sensação fantástica para mim estar aqui hoje e também foi fascinante ver tantos torcedores que vieram me ver pilotar de novo. Quero agradecer a todos eles", disse Kubica, de 32 anos, único polonês a vencer uma corrida de Fórmula 1.

"Foi uma viagem incrível até esse ponto, na qual respondi muitas perguntas a mim mesmo. Mas ainda é cedo para o próxi", comentou Kubica.

O retorno definitivo do polonês à Fórmula 1 foi um dos assuntos mais comentados do fim de semana no Grande Prêmio da Hungria. Kubica substituiria na Renault o britânico Jolyon Palmer, mas a escuderia e o piloto preferiram desconversar sobre a mudança.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo