Esporte

Diego Costa fará exigência formal para poder voltar ao Atlético de Madrid

Matt Dunham/AP Photo
Diego Costa comemora gol para o Chelsea contra o Arsenal Imagem: Matt Dunham/AP Photo

03/08/2017 11h06

O atacante Diego Costa recorrerá ao chamado "transfer request", um pedido formal e oficial de transferência, para poder deixar o Chelsea e voltar ao Atlético de Madrid, segundo informações passadas pelo advogado do jogador, Ricardo Cardoso, à Agência "Efe" nesta quinta-feira (2).

"Vamos acionar todos os mecanismos legais para responsabilizar o Chelsea pelo seu comportamento, viabilizando a saída de Diego Costa. Vamos solicitar formalmente o 'transfer request'", disse o advogado, à "Efe".

O "transfer request" é um recurso existente apenas no futebol inglês. Por meio de uma carta, o jogador pede formalmente ao clube com o qual tem contrato a liberação para se transferir.

Cardoso confirmou que Diego Costa ficou bastante chateado com a forma como foi tratado no Chelsea, principalmente pelo técnico Antonio Conte.

"Em três temporadas, ganhou dois campeonatos, sendo um jogador decisivo para tais conquistas. Aí agora, quando já se encontrava a serviço da seleção espanhola e antes de viajar para o Brasil para aproveitar férias, foi dispensado por SMS pelo treinador Antonio Conte, sem que este nem nenhum responsável do Chelsea tivesse dito ou ao menos dado a entender que não contaria para a próxima temporada com o maior goleador da equipe nos três anos em que ali esteve", argumentou o representante do centroavante.

No dia 7 de junho, após empate entre Espanha e Colômbia em 2 a 2 em amistoso, Diego Costa trouxe à tona a dispensa por mensagem e confirmou que estava fora dos Blues. Cardoso reclamou que em momento algum o clube tentou se colocar ao lado do atleta, mas, ao contrário, deu total respaldo a Conte.

"O clube não só não negou ou desmentiu o treinador, seja em público ou em particular, e ainda renovou o contrato (do técnico), demonstrando saber da dispensa e da forma como foi conduzida", criticou o advogado, que reiterou o desejo de Diego Costa de retornar ao Atlético, do qual saiu em 2014 rumo a Londres.

"Este comportamento discriminatório torna impossível o retorno de Diego Costa ao Chelsea enquanto o treinador for Antonio Conte, sendo que neste momento não admite jogar em outro clube que não seja o Atlético de Madrid, clube em que teve sucesso esportivo, mas sobretudo sempre foi respeitado e considerado por todos, inclusive quando se transferiu para o Chelsea", destacou.

De acordo com reportagens de jornais europeus, o Milan pode ser o destino de Diego Costa antes de o jogador poder defender o Atlético de Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo