Topo

Esporte

Macron acha que transferência de Neymar é reflexo dos atrativos da França

AFP PHOTO / JEAN-FRANCOIS MONIER
Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG, ao lado de Emmanuel Macron, presidente da França Imagem: AFP PHOTO / JEAN-FRANCOIS MONIER

03/08/2017 10h06

O presidente da França, Emmanuel Macron, comentou nesta quinta-feira (3) a possível chegada do atacante brasileiro Neymar ao Paris Saint-Germain (PSG) e considerou que a transferência é reflexo dos atrativos do país.

"É uma boa notícia", disse o presidente, em uma viagem de trabalho em Yveslines, perto da capital francesa, onde encontrou o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaïfi.

"Felicidades. Ouvi que havia boas notícias", disse Macron, em alusão à esperada chegada de Neymar em Paris.

Segundo a emissora francesa "BFM TV", Neymar chegará a Paris nesta sexta-feira (4), e não nesta quinta, tal como tinha sido apontado a princípio, porque ainda tem de fechar "alguns detalhes logísticos e familiares em Barcelona".

Al Khelaïfi recebeu também publicamente e antecipadamente as felicitações do presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas.

"Parabéns a Nasser pelo fechamento desta operação única no mundo: Estou muito impaciente para conhecer o custo real da operação", disse, na madrugada desta quinta, por meio de sua conta no Twitter.

A "BFM TV" apontou hoje que o fato de a Liga Espanhola ter rejeitado o pagamento de 222 milhões de euros pela rescisão de contrato entre o jogador e o FC Barcelona não muda os planos do PSG de fechar sua contratação até esta sexta.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte