Esporte

Em depoimento, C. Ronaldo diz que pagou até mais ao Fisco espanhol

Oscar Del Pozo/AFP
Cristiano Ronaldo testemunhou em juízo no último dia 31 Imagem: Oscar Del Pozo/AFP

04/08/2017 10h26

Dias depois de Cristiano Ronaldo ter prestado depoimento à juíza Mónica Gómez Ferrer, da Audiência Nacional espanhola, a Agência Efe teve acesso a trechos do que foi dito pelo craque português, que quis deixar claro que jamais tentou cometer qualquer tipo de crime fiscal e chegou a citar que pagou até mais do que devia nas suas contas de 2014.

“Meus assessores me disseram que tinha que pagar de 2014. E em 2014 pagamos tudo. Me disseram os especialistas, ao fazer as contas, que em 2014 eu paguei até mais do que devia. A informação que tenho dos meus assessores é que fiz as coisas bem e que paguei tudo o que tinha que pagar. Agora se foi mais ou menos, muito ou pouco, isso eu já não sei. Eu sei que ganhou bem, mas todo o mundo, incluindo minha equipe de trabalhadores sabe que é a minha índole pagar. E por isso não sei muito bem o que faço aqui. Todos meus assessores, o próprio Manchester United e o Real Madrid me disseram que eu não fiz nada, que não tenho culpa de nada. De verdade, eu não sei o que faço aqui”, disse.

"Eu sempre paguei impostos, sempre. Na Inglaterra e na Espanha. E sempre vou pagar. Como a senhora sabe, não posso esconder nada, seria ridículo da minha parte. Sou como um livro aberto. Não é preciso nada além de entrar no Google e digitar 'Cristiano' que aparece tudo. Por exemplo, na revista 'Forbes' sai tudo que eu ganho", afirmou o astro do Real Madrid à juíza.

Durante o depoimento, que durou uma hora e 25 minutos, Cristiano se mostrou bastante solícito e respondeu com respeito a todas as perguntas, feitas por Mónica, pelo promotor, pelo advogado do Estado e os advogados do escritório Baker & Mckenzie. O atleta é investigado por uma suposta fraude fiscal de 14,7 milhões de euros.

"Eu paguei tudo em 2014. Eu não entendo muito disso, tenho até o sexto ano de escolaridade e a única coisa que sei é jogar futebol bem. E se os meus assessores me dizem 'Cris, não há problema', eu acredito neles", declarou o atacante no tribunal.

Em outra de suas respostas, Cristiano defendeu com veemência seu empresário, Jorge Mendes, e em diversas ocasiões afirmou ter apenas conhecimentos básicos sobre declarações de impostos.

"Eu pago, quero ser honesto e pago sempre. Confio em meus assessores, que são os melhores. Pago bem para que façam tudo bem e deixo tudo em suas mãos", destacou.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo