Esporte

FIFPro pede para Comissão Europeia investigar contratações como a de Neymar

04/08/2017 11h48

Bruxelas, 4 ago (EFE).- O sindicato de jogadores profissionais FIFPro pediu nesta sexta-feira à Comissão Europeia que investigue se as grandes contratações de jogadores como Neymar, que se transferiu do Barcelona para o Paris Saint-Germain por 222 milhões de euros, infringem as normas de concorrência da União Europeia.

"O FIFPro convoca a Comissão Europeia a investigar o fluxo de dinheiro das transferências no território da UE para entender o seu impacto no equilíbrio competitivo da região", declarou o presidente do sindicato, Theo van Seggelen.

Em comunicado, o FIFPro, radicado na Holanda, se refere à contratação de Neymar pelo PSG como o último exemplo de uma escalada inflacionária no mercado do futebol, dominado "por um seleto grupo de ricos, principalmente clubes europeus".

O grêmio exige às autoridades de competência da Comissão Europeia que se envolvam no assunto para impulsionar uma reforma do atual sistema de contratações, estabelecido em 2001, para proteger tanto os jogadores quanto os trabalhadores do setor e para preservar os interesses da competição esportiva.

"A enorme riqueza do futebol está dominada por alguns poucos campeonatos e clubes, quando poderia ser redistribuído de uma maneira mais eficiente e justa", argumentou Van Seggelen.

O FIFPro lembrou que em 2015 apresentou uma queixa legal frente à Comissão Europeia com o objetivo que se envolvesse no futebol na tentativa de acabar com as "loucuras" do mercado de jogadores.

"Um mercado inflacionado e distorcido, com uma escalada dos preços das transferências como elemento central, contribuiu para destruir o equilíbrio na competição", considera o sindicato.

Fontes do FIFPro detalharam à Agência Efe que não pediram uma investigação específica da transferência de Neymar, embora a considerem "a ponta do iceberg" de um fenômeno negativo para o esporte.

Através de um porta-voz, a Comissão Europeia disse que não comenta decisões individuais dos clubes de futebol. "O sistema de transferências é algo que a Comissão Europeia comenta regularmente com representantes de ligas, clubes e jogadores", limitou-se a dizer.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo