Topo

Tênis

Ex-top 5 do tênis é pega no doping e leva suspensão de dois meses

TOBY MELVILLE/REUTERS
Imagem: TOBY MELVILLE/REUTERS

07/08/2017 12h31

Madri, 7 ago (EFE).- A Federação Internacional de Tênis (ITF) anunciou nesta segunda-feira que a italiana Sara Errani ficará suspensa até o dia 2 de outubro após ter testado positivo em um exame antidoping realizado fora de competição no dia 16 de fevereiro.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, a ITF explicou que a amostra de urina recolhida no dia 16 de fevereiro e analisada em um laboratório de Montreal, no Canadá, continha letrozole, um hormônio proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada). Em consequência, Errani foi declarada "culpada" de infringir o código antidoping.

A tenista testou negativo no controle seguinte - com data de 7 de junho -, e um tribunal independente determinou no dia 3 de agosto que ela devia cumprir uma suspensão de dois meses, que terminará no dia 2 de outubro.

Sara Errani perderá os pontos e o dinheiro ganho entre os dias 16 de fevereiro, quando foi recolhida a amostra que deu positivo, e 7 de junho, data do controle seguinte, com resultado negativo.

Aos 30 anos, Sara Errani tem como melhor ranking na carreira a quinta colocação, conquistada em maio de 2013. A italiana foi vice-campeã de Roland Garros em 2012.

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!