Esporte

Iniesta alerta para força da Itália antes de duelo entre invictas

01/09/2017 16h20

Madri, 1 set (EFE).- O meia Andrés Iniesta alertou nesta sexta-feira sobre a eficácia da Itália, que neste sábado enfrentará a seleção da Espanha no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, em jogo que vale a liderança do grupo G das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018.

"Nos conhecemos muito como seleção e a nível individual, mas cada partida é diferente. Temos que dar o nosso melhor, tudo passa pela força do coletivo. Precisamos estar concentrados durante os 90 minutos porque a Itália tira muito proveito de um pequeno detalhe", advertiu.

A Espanha lidera o grupo com 16 pontos, a mesma pontuação da vice-líder, Itália, mas leva a melhor no saldo de gols, com quatro a mais. Na véspera da partida entre as duas seleções, que permanecem invictas, Iniesta lembrou o empate em 1 a 1 na partida do primeiro turno.

"Temos a experiência da ida e vamos jogar nosso melhor. É o único jeito que temos de superar uma grande equipe com grandes jogadores. O objetivo é fazer uma partida completa para levar os três pontos", acrescentou.

Iniesta destacou o papel desempenhado na Itália pelo volante Marco Verratti e disse que a seleção espanhola se prepara tanto para enfrentar uma equipe com quatro como cinco homens na defesa, o que afetará a escalação do técnico Julen Lopetegui.

"Vamos ver amanhã como jogaremos e quem irá a campo. Eles têm a opção de jogar com dois ou um no meio, Verratti é um jogador fundamental para se posicionar, ter a bola e armar. Temos muito a levar em conta ao enfrentá-lo para que a Itália não mostre o seu futebol", analisou.

"Temos que ver as fraquezas da Itália, por onde ela pode levar mais perigo, mas além de duelos individuais a diferença será no nível coletivo. Vamos fazer com que cada um possa superar seu rival mais direto para criar superioridade", analisou.

Autor do gol mais importante da história do futebol espanhol, ao marcar contra a Holanda e dar à Espanha o título da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, Iniesta diz não querer pensar se participará pela última vez do torneio em 2018, na Rússia, e prefere ressaltar o momento atual da seleção espanhola.

"O fato de ver o Bernabéu cheio é suficiente, mostra que as pessoas entendem que é uma partida muito importante por serem os rivais diretos para a classificação. Depois, teremos que continuar fazendo as coisas igualmente bem para conseguir a classificação em primeiro lugar, que é o objetivo", avaliou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo