Esporte

Mayra Aguiar faz história em Budapeste e é bicampeã mundial de judô

01/09/2017 15h20

Redação Central, 29 ago (EFE).- A gaúcha Mayra Aguiar escreveu um novo capítulo na história do esporte brasileiro nesta sexta-feira ao conquistar a medalha de ouro na categoria meio-pesado (até 78kg) no Campeonato Mundial de Judô, disputado em Budapeste, na Hungria.

Foi o segundo título na competição de Mayra, que já tinha subido no lugar mais alto do pódio na edição realizada em Cheliabinsk, em 2014, na Rússia. Além disso, ela iguala o também gaúcho João Derly, como os dois únicos brasileiros bicampeões mundiais da modalidade.

Na grande decisão, Mayra venceu no golden score, por um wazari, a japonesa Mami Ukemi, que defendia o título. Antes, na semifinal, a brasileira tinha passado pela também japonesa Ruika Sato.

O caminho até o novo ouro ainda teve gostinho de revanche. Nas quartas de final, Mayra enfrentou a francesa Audrey Tcheuméo, carrasca da brasileira na semifinal dos Jogos Olímpicos de 2016.

Desta vez, no entanto, a gaúcha, que ficou com a medalha de bronze no Rio de Janeiro estava melhor, conseguiu derrubar a adversária, conseguindo um wazari, e a depois a imobilizou. Tcheuméo desistiu da luta, e Mayra avançou com um ippon.

"Com certeza, o Derly foi uma inspiração para mim desde novinha. Estou muito feliz! Eu estava muito focada, tinha me preparado muito. Sabia o quanto era importante e o quanto é gostoso ganhar o Mundial. E agora sou bicampeã", disse a judoca, ainda na zona mista após a final, ao site da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Com o novo ouro, Mayra também se tornou a maior medalhista da história do judô brasileiro em Mundiais. São cinco no total - ouro em Cheliabisnk 2014 e Budapeste 2017, prata em Tóquio 2010 e bronze em Paris 2011 e Rio 2013.

Na categoria até 70kg, também disputada nesta sexta-feira, a brasileira Maria Portela acabou ficando sem medalhas. Nas quartas de final, a também gaúcha perdeu nas quartas de final para a japonesa Chizuru Arai, no golden score, e foi para a repescagem.

Na primeira luta da repescagem, no entanto, Maria Portela foi derrotada pela espanhola María Bernabeu e não conseguiu chegar à disputa do bronze.

A outra brasileira a entrar no tatame nesta sexta-feira foi Samanta Soares. Logo na estreia, ela perdeu para a japonesa Mami Ukemi, que acabou superada por Mayra na decisão da categoria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo