Topo

Esporte

Firme no US Open, Kvitova lembra recuperação: "Passei meses muito difíceis"

04/09/2017 09h38

Praga, 4 set (EFE).- Recuperada de um esfaqueamento na mão em assalto sofrido no ano passado, a tcheca Petra Kvitova afirmou nesta segunda-feira que não encontra "palavras precisas" para descrever como se sente após derrotar a espanhola Garbiñe Muguruza na quarta rodada do US Open.

"Não consigo encontrar as palavras precisas porque atravessei meses muito difíceis e não sabia como este caminho ia acabar", confessou a tenista ao jornal "Sport".

Kvitova se referiu ao período de recuperação pelo qual passou após sofrer cortes nos dedos da mão esquerda durante um assalto a sua residência em dezembro.

A ex-número 2 do circuito feminino joga agora o seu oitavo torneio nesta temporada, após ser submetida a uma operação nos cinco dedos da mão. No entanto, tando em Roland Garros como em Wimbledon, a tcheca foi eliminada na segunda rodada.

"Ganhar aqui é como um conto de fadas. Isto significa muito para mim. Trabalhei para poder voltar às grandes quadras. Sou muito agradecida a toda a minha equipe", disse a tcheca ao derrotar ao Muguruza por 7-6 e 6-3.

Na opinião do técnico de Kvitova, Jiri Vanek, esta "foi a vitória mais bem trabalhada após o retorno de Petra às quadras".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte