Esporte

Jogo das Eliminatórias da África acontecerá de novo por banimento de árbitro

06/09/2017 17h26

Redação Central, 6 set (EFE).- A Fifa divulgou nesta quarta-feira que o jogo entre África do Sul e Senegal, pelas Eliminatórias africanas para a Copa do Mundo terá que ser disputado novamente, após o banimento do árbitro ganês Joseph Odartei Lamptey.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) confirmou a punição imposta pela Comissão Disciplinar da federação internacional, justamente por causa da atuação na partida disputada entre as duas seleções, na fase final do torneio qualificatório para o Mundial.

No dia 12 de novembro do ano passado, os sul-africanos superaram os senegaleses por 2 a 1, no estádio Peter Mokaba em, Polokwane. Um dos lances mais polêmicos foi o pênalti marcado por Lamptey aos 41 minutos do primeiro tempo.

Após cruzamento da direita, o atacante Eleazar Rodgers tentou cabeçada, mas a bola bateu no zagueiro Kalidou Koulibaly. O ganês marcou toque de mão na área, que não existiu, e na cobrança de pênalti, o zagueiro Thulani Hlatshwayo abriu o placar. Depois, o meia Thulani Serero ampliou, e o meia Cheikh N'Doye descontou.

Depois da partida, a federação de Senegal pediu que a Confederação Africana de Futebol (CAF) e a Fifa avaliassem a atuação do árbitro, que, segundo comunicado "tomou decisões escandalosas a favor da seleção sul-africana", citando o penalidade, além de falta não marcadas sobre jogadores dos Leões.

A CAF examinou o caso e decidiu suspender Lamptey por três anos, o que o impediu de participar da Copa Africana de Nações. Em 20 de março deste ano, a Fifa decidiu pelo banimento do futebol, por infrigir o artigo 6, parágrafo 1 do Código Disciplinar da entidade, de não influir nos resultados, transgredindo a ética.

A decisão tem efeito imediato, com o placar anterior sendo anulado. O jogo será disputado novamente em novembro, com a data exata sendo divulgada posteriormente. Vale lembrar que a última rodada da fase final das Eliminatórias africanas será realizada no dia 6 de novembro.

Com a anulação do confronto em Polokwane, a África do Sul cai de quatro para um ponto, permanecendo na última colocação do grupo D. Senegal está imediatamente a frente, com cinco. Burkina Fasso lidera com seis pontos, graças ao melhor saldo de gols, de dois, enquanto Cabo Verde é vice-líder, com seis pontos e saldo negativo de dois. EFE

sab/bg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo