Topo

Esporte

Leicester atrasa 14 segundos, e Fifa rejeita inscrição de reforço

Denis Tyrin/AP
Adrien Silva vence Ochoa e marca de pênalti contra o México pela seleção portuguesa Imagem: Denis Tyrin/AP

06/09/2017 09h17

A Fifa rejeitou a solicitação do Leicester City para inscrever o volante português Adrien Silva após o clube exceder em 14 segundos a data limite da janela transferências, encerrada dia 31 de agosto.

Os "Foxes" desembolsaram 22 milhões de libras esterlinas (R$ 89 milhões) para contar com o jogador procedente do Sporting, mas não conseguiram inscrevê-lo porque a documentação chegou com segundos de atraso ao Transfer Matching System da Fifa (TMS), que vincula os clubes com as federações e a própria entidade. Segundo informou a emissora "BBC", o clube apelará para tentar mudar a decisão da Fifa.

"Estamos trabalhando com Adrien e com o Sporting para superar alguns problemas relacionados com o registro do jogador e vendo as opções que temos para encontrar uma solução", declarou porta-voz do clube inglês.

Adrien Silva, de 28 anos, foi o jogador escolhido pela comissão técnica do Leicester para substituir Danny Drinkwater, que foi vendido ao Chelsea por 35 milhões de libras esterlinas (R$ 142 milhões) no último dia do mercado.

"A transferência de Adrien está feita. Espero que o Leicester possa encontrar uma solução para ele", declarou Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Se a Fifa continuar a rejeitar a inscrição de Adrien Silva, a transação será cancelada e o jogador será reintegrado ao elenco do time português sem que o Leicester pague pela transferência.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte