Esporte

Vidal anuncia que deixará seleção do Chile após a Copa de 2018

REUTERS/Kai Pfaffenbach
Arturo Vidal lamentou a derrota do Chile na final da Copa das Confederações Imagem: REUTERS/Kai Pfaffenbach

06/09/2017 15h28

Santiago (Chile), 6 set (EFE).- O meia Arturo Vidal anunciou nesta quarta-feira que deixará a seleção chilena depois da Copa do Mundo de 2018 e destacou que se esforçará ao máximo nas duas últimas rodadas das Eliminatórias para que 'La Roja' esteja na competição na Rússia no ano que vem.

"Vou preparar para estar no nível máximo nesses dois jogos e ir à Copa para depois deixar a seleção", declarou Vidal no aeroporto de Santiago antes de viajar para a Alemanha para se reapresentar ao Bayern de Munique.

A atual bicampeã da Copa América perdeu para a Bolívia por 1 a 0 nesta terça-feira e caiu para o sexto lugar da classificatória da Conmebol. Cinco dias antes, havia sido surpreendida com uma derrota para o Paraguai por 3 a 0 na capital chilena.

"Faz tempo que penso nisso. Quero estar com a minha família. Estes dez anos foram duros, por isso é o momento de descansar", disse o meia de 30 anos, que ainda não jogou a toalha em relação à presença na Rússia.

"O importante é que ainda temos chances e vamos brigar até o final. Acredito que os outros resultados ajudaram muito a continuarmos vivos, e tentaremos aproveitar essa oportunidade", destacou.

'La Roja' soma 23 pontos, um a menos que o quarto colocado, o Peru, e que a quinta, a Argentina. Essas duas seleções farão confronto direto na próxima rodada, enquanto os chilenos jogarão em casa contra o Equador. Depois, os chilenos encerrarão a participação nas Eliminatórias encarando o Brasil em São Paulo.

Em um tom mais ambíguo, o atacante Alexis Sánchez também deu a entender, através do Instagram, que também está próximo de deixar a seleção.

"Chega o momento em que você se cansa, se cansa de que o que critiquem com razão e sem razão, se cansa de quererem vê-lo derrotado, se cansa de dizer a si mesmo 'vou me levantar mais uma vez' após chorar depois de uma derrota, e se cansa de dizer ao mundo e às pessoas que estão com você que tudo está bem", escreveu o atacante de 28 anos.

"E o pior é que nunca ninguém se dá conta de como isso faz você se sentir. Visto a camisa 7 o Chile e é uma responsabilidade enorme por isso me dá pena que jornalistas e pessoas más critiquem sem saber", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo