Esporte

River critica transferência de Alario ao Leverkusen: "Ilegal e ilegítima"

Xinhua/Alfredo Luna/TELAM
Lucas Alario comemora gol com a camisa do River Plate Imagem: Xinhua/Alfredo Luna/TELAM

07/09/2017 19h09

O River Plate voltou a criticar o Bayer Leverkusen pela contratação do atacante Lucas Alario, pagando ao clube de Buenos Aires a multa de rescisão contratual, e anunciou nesta quinta-feira que não enviará a documentação necessária para que o artilheiro possa estrear no Campeonato Alemão.

"A operação é ilegal e ilegítima e, nesse sentido, o clube continuará defendendo os interesses da instituição em todos os âmbitos e instâncias correspondentes. Além disso, esta postura sustentada pelo River Plate e respaldada pela AFA representa uma defesa irrestrita do futebol argentino no plano global", disse o clube argentino em comunicado.

O River publicou em seu site um cronograma expondo a sua versão da transferência, que custou quase 24 milhões de euros. A diretoria dos 'Millonarios' disse que em 23 de agosto recebeu uma proposta do Leverkusen de 14 milhões de euros por Alario, valor que subiria para 16 milhões em caso de metas alcançadas. No dia seguinte, o jogador foi declarado como "intransferível".

No dia 25, o atacante disse em entrevista coletiva que estava interessado na proposta, mas mesmo assim dois dias depois foi titular na vitória sobre o Temperley por 1 a 0. No dia 28, sem o consentimento do River, realizou exames médicos em uma clínica de Buenos Aires a pedido do Leverkusen, o que levou o clube argentino a notificar a equipe alemã, a federação alemã, a Associação do Futebol Argentino (AFA), a Uefa e a Conmebol.

Os dirigentes dos 'Millonarios' acusam o Bayer de induzir o atacante "exercer a ruptura unilateral do seu contrato trabalhista sem justa causa, contra as leis da Fifa, que resguarda a estabilidade contratual durante uma competição". No entanto, há uma semana, a AFA notificou o depósito de 23.840.983 euros, valor da multa.

Na última terça, a federação argentina remeteu um pedido do clube alemão para liberar o Transfer Matching System (TMS), documento requerido pela Fifa para as negociações internacionais, mas o River se recusou a enviá-lo.

Apesar do imbróglio, Alario vem treinando normalmente no Leverkusen, à espera da documentação que o permita estrear. No próximo sábado, o time jogará contra o Mainz 05.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo