Esporte

Manchester United volta à Champions com vitória; Benfica leva virada em casa

12/09/2017 18h15

Manchester, 12 set (EFE).- Fora da Liga dos Campeões na última temporada, o Manchester United voltou à principal competição interclubes da Europa com uma vitória sobre o Basel por 3 a 0 nesta terça-feira, no estádio Old Trafford, enquanto o Benfica estreou com uma derrota de virada para o CSKA Moscou por 2 a 1.

Com uma atuação que não encheu os olhos do torcedor, mas foi bastante segura, o United contou com gols de Fellaini, Lukaku e Rashford para somar os três primeiros pontos e sair à frente no grupo A.

A notícia ruim para os torcedores do tricampeão europeu foi a lesão sofrida pelo meia Pogba ainda no primeiro tempo. O francês sentiu dores na coxa esquerda e foi substituído justamente por Fellaini.

Na segunda rodada da chave, marcada para o próximo dia 27, CSKA e Manchester farão confronto direto pela liderança em Moscou. Já Basel e Benfica medirão forças na Suíça.

A principal ausência na equipe anfitriã foi o atacante Ibrahimovic, recontratado pelos 'Diabos Vermelhos' após ter tido o contrato encerrado, mas ainda sem condições de jogo. Os zagueiros Phil Jones e Bailly cumpriram suspensão e também foram desfalques.

No Basel, os nomes mais conhecidos são o do zagueiro Balanta, campeão da Taça Libertadores pelo River Plate em 2015, e o atacante Van Wolfswinkel, com passagem por Sporting, Saint-Étienne e Betis.

Fazendo valer o mando de campo e o apoio da torcida, o United se lançou ao ataque e criou bastantes oportunidades. Aos 13 minutos do primeiro, a bola foi de pé em pé no campo de ataque até Mata, que colocou na cabeça de Mkhitaryan. O armênio cabeceou rente à trave. Dois minutos depois, Lukaku dominou na entrada da área e obrigou Vaclík a realizar grande intervenção.

Principal nome do time de José Mourinho e jogador mais caro da história até o ano passado, Pogba sentiu a coxa esquerda e acabou deixando o gramado cedo, aos 21 minutos, substituído por Fellaini.

A saída do craque francês, no entanto, não impediu que o tricampeão europeu continuasse em cima. Aos 23, Lukaku rolou para Mkhitaryan, que acertou a trave. No rebote, o meia tentou de novo e Vaclík pegou.

A única chance do Basel na primeira etapa apareceu aos 34, em bola lançada para a área. Zuffi recolheu e encheu o pé, dando trabalho a De Gea.

A resposta da equipe de Manchester foi dada da melhor maneira possível: com gol. Aos 35, Ashley Young fez boa jogada individual, foi ao fundo pela direita com espaço e colocou na cabeça de Fellaini, que não perdoou em sua grande virtude e fez 1 a 0.

Logo no começo da segunda etapa, aos sete minutos, o atual campeão da Liga Europa aumentou a diferença. Depois do escanteio pela esquerda, Blind fez o chuveirinho, Lukaku ganhou da marcação pelo alto e marcou o segundo.

O terceiro poderia ter acontecido aos 16, em novo cabeceio de Lukaku, aos 16. Quem cruzou foi Martial, mas agora Vaclík defendeu. Pouco depois, aos 19, Elyounoussi carregou individualmente pela esquerda, deixou Young na saudade e só parou em um milagre de De Gea.

Young, que vinha se destacando pelos levantamentos, tentou o lance individual aos 24 minutos e quase marcou um bonito gol. Ele encheu o pé da ponta direita, e Vaclík bloqueou mais uma.

Mourinho então mandou Rashford a campo para a saída de Mata. Acostumado a brilhar em suas primeiras vezes, a promessa inglesa começou comprometendo. Em cobrança de falta, aos 34, ele jogou a bola na arquibancada.

Quatro minutos depois, porém, o camisa 19 deixou o seu, como já havia feito em sua estreia no Campeonato Inglês, na Liga Europa e também com a camisa da seleção inglesa. Fellaini cruzou da direita, o atacante pegou de primeira e aumentou o placar para 3 a 0.

No Estádio da Luz, todos os gols foram marcados no segundo tempo. Logo aos cinco minutos, Grimaldo e Zivkovic trocaram passes, Seferovic se antecipou e, de primeira, mandou para a rede. Na sequência, aos 18, André Almeida colocou a mão na bola dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Vitinho converteu e deixou tudo igual.

A virada aconteceu oito minutos depois. Vasin chutou, e o goleiro Bruno Varela espalmou do jeito que deu, mas o rebote ficou limpo para Zhamaletdinov, que não vacilou e completou para a rede.

Vitinho foi o único brasileiro jogando pelo time vitorioso, enquanto os 'Encarnados' contaram com o zagueiro e capitão Luisão, o volante Filipe Augusto e os atacante Jonas e Gabigol. Este último entrou no decorrer do duelo, enquanto os outros foram titulares.



Ficha técnica:.

Manchester United: De Gea; Ashley Young, Lindelöf, Smalling e Blind; Matic e Pogba (Fellaini); Mata (Rashford), Mkhitaryan e Martial (Lingard); Lukaku. Técnico: José Mourinho.

Basel: Vaclík; Lang, Akanji, Suchy, Balanta e Blas Riveros (Oberlin); Xhaka, Zuffi e Steffen; Van Wolfswinkel (Bua) e Elyounoussi. Técnico: Raphael Wicky.

Árbitro: Ruddy Buquet (França), auxiliado pelos compatriotas Guillaume Debart e Frédéric Cano.

Cartões amarelos: Ashley Young e Blind (Manchester United); Balanta, Lang e Xhaka (Basel).

Gols: Fellaini, Lukaku e Rashford (Manchester United).

Estádio: Old Trafford, em Manchester.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo