Esporte

Jesus marca e ajuda City a golear na estreia; Shakhtar bate o Napoli em casa

13/09/2017 17h58

Roterdã (Holanda), 13 set (EFE).- O atacante Gabriel Jesus mostrou mais uma vez estar em um momento especial na carreira ao marcar um gol logo em sua estreia na Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, ajudando o Manchester City a iniciar a campanha na competição continental com goleada sobre o Feyenoord por 4 a 0 no estádio De Kuip, em Roterdã.

Com oportunismo, o camisa 9 da seleção brasielira fez o terceiro gol dos 'Citizens' ao aproveitar rebote do goleiro. Entretanto, o artilheiro da noite na Holanda foi o zagueiro Stones, que marcou duas vezes, uma em cada tempo. Agüero deixou o segundo da equipe inglesa e completou o placar elástico.

Dessa forma, o time dirigido por Josep Guardiola largou à frente no grupo F da 'Champions', que teve ainda a vitória do Shakhtar Donetsk sobre o Napoli por 2 a 1 na cidade de Kharkiv.

Na segunda rodada, no próximo dia 26, City e Shakhtar farão confronto direto pela liderança da chave no Etihad Stadium, em Manchester. Napoli e Feyenoord buscarão os primeiros pontos em duelo no estádio San Paolo, na Itália.

No Feyernoord, que na última temporada quebrou um jejum de 18 anos sem títulos do Campeonato Holandês, o nome mais conhecido não foi um jogador, mas sim o técnico Giovanni Van Bronckhorst, campeão da Champions pelo Barcelona em 2006 e vice mundial pela 'Oranje' em 2010.

Pelo City, além de Jesus, Josep Guardiola escalou outros dois brasileiros, o volante Fernandinho e o goleiro Ederson. O ex-atleta do Benfica levou um chute no rosto na goleada sobre o Liverpool por 5 a 0 no último sábado, o que o obrigou inclusive a ser substituído e levar pontos na face, mas não o impediu de atuar em Roterdã.

Os 'Citizens' não deram chance alguma ao time mandante e praticamente liquidou o jogo com apenas dez minutos de bola rolando. Logo aos dois, David Silva fez o chuveirinho, Stones cabeceou entre as pernas do meio-campista Vilhena e marcou o primeiro.

Pouco depois, aos dez, em bonita linha de passes, Walker avançou pela direita e cruzou para a área. Agüero emendou de primeira e aumentou a diferença.

Sem impor muita resistência, o Feyenoord sofreu o terceiro aos 24 minutos. Mendy pegou a sobra depois do escanteio e soltou a bomba. O goleiro Jones até fez boa defesa, mas deu o rebote nos pés de Gabriel Jesus, que completou para a rede e deixou sua marca logo em seu primeiro jogo pela Liga dos Campeões.

Com três gols de frente, a equipe de Josep Guardiola tirou um pouco o pé. Não corria riscos, mas também criava menos que no começo. Jesus até voltou a balançar a rede, aos 38 minutos, mas desta vez foi flagrado em impedimento depois de cobrança de falta de De Bruyne.

O campeão holandês voltou para o segundo tempo arriscando um pouco mais, mas o City continuou no comando. Aos 12 minutos, Gabriel Jesus abriu para Bernardo Silva, que fez o passe buscando Agüero, mas o zagueiro brasileiro Botteghin, que construiu toda a carreira como profissional no futebol holandês, interceptou.

A impressão que a equipe inglesa passava era a de que faria mais um gol quando quisesse. E realmente marcou. Aos 17, De Bruyne trocou passes com David Silva e levantou para Stones cabecear e assinalar seu segundo no jogo.

Novamente, a partida esfriou. O Feyenoord fez uma estreia para ser esquecida, e o reflexo da atuação do time foi mostrado aos 31. Toornstra teve falta perigosa para cobrar, na entrada da área, e errou o alvo por metros e metros.

Nas duas últimas investidas do City, aos 38 e aos 42 minutos, De Bruyne acertou a marcação e arremate de longe, enquanto o cruzamento de Mendy parou nas mãos de Jones.

No outro jogo do grupo, disputado no estádio OSK Metalist, em Kharkiv, o Shakhtar abriu 2 a 0. Taison demonstrou o motivo das frequentes convocações para a seleção brasileira e marcou o primeiro, aos 15 minutos da etapa inicial.

No segundo tempo, aos 13 minutos, Ferreyra marcou o segundo do representante da Ucrânia, que não joga em Donetsk devido a conflitos frequentes na cidade entre forças do governo e insurgentes pró-Rússia. Milik, de pênalti, descontou aos 27, mas não evitou a primeira derrota do Napoli na temporada.

Além de Taison, a equipe ucraniana teve outros cinco brasileiros em campo. O lateral Ismaily, o volante Fred e os meias Bernard e Marlos foram titulares, enquanto o atacante Dentinho entrou na segunda etapa. O meia Alan Patrick e o lateral Marcio Azevedo não saíram do banco.

Já pelo terceiro colocado do último Campeonato Italiano, o meia Allan foi aproveitado nos últimos 25 minutos.



Ficha técnica:.

Feyenoord: Jones; St. Juste, Botteghin, Van Der Heijden e Nelom; El Ahmadi, Vilhena e Amrabat (Larsson); Boëtius, Kramer (Vente) e Berghuis (Toornstra). Técnico: Giovanni Van Bronckhorst.

Manchester City: Ederson; Walker, Stones, Otamendi e Mendy; Fernandinho (Sané), Bernardo Silva, David Silva (Delph) e De Bruyne; Gabriel Jesus e Agüero (Sterling). Técnico: Josep Guardiola.

Árbitro: Szymon Marciniak (Polônia), auxiliado pelos compatriotas Pawel Sokolnicki e Tomasz Listkiewicz.

Gols: Stones (2x), Agüero e Gabriel Jesus (Manchester City).

Cartões amarelos: St. Juste, Kramer, Vilhena e Botteghin (Feyenoord); De Bruyne (Manchester City).

Estádio: De Kuip, em Roterdã (Holanda).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo