Esporte

Ex-secretário-geral da ONU é escolhido para presidir o Comitê de Ética do COI

14/09/2017 13h08

Lima, 14 set (EFE).- O sul-coreano Ban Ki-moon, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) entre 2007 e 2016, foi escolhido nesta quinta-feira como novo presidente do Comitê de Ética do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A escolha foi feita na assembleia da entidade esportiva, que está acontcendo em Lima, no Peru. Ao todo, foram 74 votos a favor da nomeação, quatro contrários, além de outras cinco abstenções.

Em discurso feito logo após a votação, Ban exaltou o Movimento Olímpico e destacou que a ética "é essencial para o sucesso de qualquer organização", e que a transparência e a boa governança são formas de ganhar o "respeito do público".

"Farei tudo o que estiver ao alcance das minhas mãos para contribuir com o sucesso do COI", disse o sul-coreano.

O ex-secretário-geral da ONU substituirá no Comitê de Ética da entidade esportiva ao senegalês Youssoupha Ndiaye.

A votação para a escolha do presidente do órgão é uma das mudanças previstas pela Agenda 2020 do COI. Anteriormente, o ocupante da função era designado pelo mandatário do Comitê Olímpico Internacional.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo