Esporte

Merkel pede melhores condições para imigrantes em obras da Copa de 2022

15/09/2017 10h51

Berlim, 15 set (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, expressou nesta sexta-feira seu desejo de que as condições para os trabalhadores imigrantes que atuam nas construções dos estádios para a Copa do Mundo de 2022, no Catar, continuem melhorando.

"Queremos que os trabalhadores imigrantes sejam tratados melhor. Foi colocado em andamento um processo de reforma no Catar e desejo que ele continue", disse a chanceler em uma entrevista coletiva conjunta com o emir do país, Tamim bin Hamad al Thani, apesar de especificar que o Mundial não foi um tema do diálogo entre eles.

A Anistia Internacional e órgãos sindicais denunciaram as condições trabalhistas dos operários imigrantes, procedentes de países como Bangladesh, Índia e Nepal, nas obras dos estádios para a Copa do Mundo de 2022. Vários deles morreram por causa das altas temperaturas no Catar e pela falta de proteção.

Em um fórum sobre proteção de trabalhadores imigrantes em grandes eventos esportivos realizado em julho em Berlim, representantes de sindicatos internacionais afirmaram que comprovaram que as condições trabalhistas dos operários do Catar tinham melhorado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo