Esporte

Santos joga por 0 a 0 na Vila para voltar às semifinais após 5 anos

19/09/2017 16h34

São Paulo, 19 set (EFE).- Depois de ter conquistado um bom resultado no Equador na semana passada, um empate em 1 a 1, o Santos terá ligeira vantagem nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo de volta contra o Barcelona de Guayaquil por uma vaga nas semifinais da Taça Libertadores, fase à qual chegou pela última vez em 2012.

Tricampeão da América, o Peixe já esteve entre os oito melhores da competição em oito ocasiões, a última delas há cinco anos, quando foi eliminado pelo Corinthians, que viria a ficar com o título. Na ocasião, o Alvinegro Praiano perdeu por 1 a 0 na Vila e empatou em 1 a 1 no Pacaembu.

A equipe dirigida por Levir Culpi é a única invicta no torneio continental e, com o resultado obtido no Monumental, em Guayaquil, começará a partida desta quarta se classificando, já que terá a seu favor o placar de 0 a 0.

Os 'Canarios', com o Barcelona também é conhecido, precisarão de uma igualdade em dois ou mais gols ou da vitória, mas, como lembrou o zagueiro David Braz, tem números favoráveis como visitante nesta Libertadores. A equipe inclusive obteve dois bons resultados no Brasil: bateu o Botafogo por 2 a 0, ainda na fase de grupos, e eliminou o Palmeiras nos pênaltis, depois de uma derrota por 1 a 0 no tempo normal.

"O Barcelona jogou muito bem fora de casa nesta Libertadores e tentará explorar isto aqui na Vila Belmiro, a velocidade. Com o apoio da nossa torcida, esperamos a classificação para a próxima fase", declarou o defensor.

Levir terá um desfalque importantes, o do meia Lucas Lima, com lesão na coxa direita. Por sua vez, o volante Renato, com edemas na coxa e no tornozelo, ainda é dúvida. Sem eles, o meio-campo do Santos deverá ter Alison, Vecchio e Jean Mota.

Por outro lado, o atacante Copete, baixa na ida devido a uma mialgia na coxa esquerda, estará de volta e formará o trio de ataque com Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

No Barcelona, o técnico Guillermo Almada terá elenco descansado, já que o chamado Clássico del Astillero, contra o Elemec, foi adiado justamente para que o time enfocasse a Libertadores.

O treinador provavelmente repetirá a formação inicial da primeira partida. Isso significa que Beder Caicedo continuará na lateral esquerda, em lugar do lesionado Mario Pineda, e que o brasileiro Gabriel Marques agradou após seis meses afastado dos gramados por contusão.

O otimismo nos 'Canarios' é grande. No domingo, antes da viagem para o Brasil, Almada garantiu ter certeza quanto à classificação. "O meu coração e o meu planejamento me dizem que vamos nos classificar. Sou otimista por natureza", declarou o técnico, ainda em Guayaquil.

Quem conquistar a vaga terá pela frente nas semifinais um outro representante brasileiro, Grêmio ou Botafogo, que também nesta quarta medirão forças em Porto Alegre. Na ida, no Rio, houve empate sem gols.



Prováveis escalações:.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca; Alison, Vecchio e Jean Mota; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi

Barcelona: Banguera; Velasco, Aimar, Arreaga e Beder Caicedo; Gabriel Marques, Oyola e Díaz; Esterilla, Marcos Caicedo e Álvez. Técnico: Guillermo Almada.

Árbitro: Víctor Carrillo (Peru), auxiliado pelos compatriotas Raul López e Víctor Raez.

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo