Esporte

Sport tenta confirmar vantagem na Sul-Americana contra Ponte Preta em crise

19/09/2017 16h17

(Corrige sexto parágrafo).

Redação Central, 19 set (EFE).- Ponte Preta e Sport Recife se reencontrarão nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), em meio a momento descendente no Brasileirão, pela volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, em que a equipe pernambucana tem vantagem por ter vencido na ida por 3 a 1.

O resultado do jogo na Ilha do Retiro, há uma semana, aliado ao revés diante do Atlético Goianiense pelo mesmo placar, pela competição nacional, fez com que Gílson Kleina fosse demitido na Macaca. João Brigatti será o comandante interino da equipe na partida no Moisés Lucarelli.

A Ponte, atualmente, ocupa apenas a 15ª colocação no Brasileiro, com 28 pontos, um acima do São Paulo, primeiro dos quatro integrantes da zona de rebaixamento.

"Temos que ser realistas. Não estamos conseguindo mostrar o nosso futebol, as coisas não estão acontecendo, mas é o momento de bater no peito e assumir a responsabilidade. A Ponte Preta não merece isso", afirmou o atacante Lucca.

Para piorar a situação do time de Campinas, o goleiro Aranha e o atacante Emerson Sheik, ambos lesionados, e o volante Fernando Bob, suspenso, serão desfalques para o confronto com o Sport. João Carlos estará na meta, enquanto o meia Renato Cajá retornará ao time. Naldo e Elton deverão seguir formando dupla de contenção no meio.

Agora, para conseguir sair de campo classificado para as quartas de final, a Macaca precisará vencer por 2 a 0, ou então três ou mais gols de diferença. Se devolver o 3 a 1, levará o duelo para os pênaltis. Qualquer outro resultado dará a vaga para o time pernambucano.

O Leão da Ilha, que vem de quatro derrotas seguidas no Brasileirão, agora está na 12ª posição, com 29 pontos. Por outro lado, a equipe vem com boa vantagem para tentar avançar no torneio continental, em que caiu nas oitavas em 2013 e 2015.

Para o confronto de volta, Sport terá novamente o lateral de origem Sander, que vem atuando como meia e se recuperou de gastroenterite. O zagueiro colombiano Oswaldo Henríquez e o meia Diego Souza, também voltarão ao time.

A principal preocupação é apresentar consistência defensiva, para não permitir a reação da Ponte Preta na série eliminatória, como afirmou o zagueiro Ronaldo Alves.

"Infelizmente estamos sofrendo muitos gols, mas vamos nos preparar para diminuir isso e ter uma margem para voltar a vencer. Vamos sentar, conversar e treinar mais", garantiu.



Prováveis escalações:.

Ponte Preta: João Carlos; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Naldo, Elton (ou Wendel) e Renato Cajá; Lucca, Felipe Saraiva e Léo Gamalho. Técnico: João Brigatti.

Sport: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henríquez e Mena; Rithely, Patrick e Sander; Diego Souza, Lenis e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Árbitro: Roddy Zambrano (Equador) auxiliado pelos compatriotas Bayron Romero e Juan Macías.

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo