Esporte

Fla repete Brasilerão, goleia Chape no Rio e pega Flu ou LDU nas quartas

20/09/2017 21h34

(Corrige lead)

Rio de Janeiro, 20 set (EFE).- O Flamengo conquistou nesta quarta-feira com facilidade uma vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana ao golear a Chapecoense no Rio de Janeiro, desta vez por 4 a 0, repetindo o que havia feito há três meses pelo Campeonato Brasileiro.

Em 22 de junho, ainda pela nona rodada do Brasileirão, o Rubro-Negro carioca derrotou a Chape por 5 a 1, com três gols de Guerrero e dois de Diego, também na Ilha do Governador. Hoje, com os dois em campo, mas protagonismo dividido, o Fla construiu o placar elástico e, como havia empatado em 0 a 0 na ida, em Santa Catarina, há uma semana, se colocou entre os oito melhores da competição continental.

Na próxima fase, pode haver um Fla-Flu pela segunda vez na história da Sul-Americana. Para isso, será necessário que o Fluminense mantenha amanhã, em Quito, a vantagem de ter vencido por 1 a 0 no Maracanã na última quinta-feira.

Em 2009, os dois tradicionais rivais se enfrentaram ainda pela primeira fase, que na época era nacional, e o Tricolor levou a melhor depois de dois empates, 0 a 0 e 1 a 1. Na época, o Rubro-Negro foi eliminado por ter sofrido um gol como mandante.

No duelo desta quarta, a Chapecoense precisava de um empate com gols para avançar e continuar em busca do bicampeonato. Entretanto, logo aos seis minutos de partida, os donos da casa já abriram o placar. Trauco lançou, Douglas Grolli desviou e Guerrero tentou driblar o goleiro Jandrei. Na sobra, Cuéllar fez 1 a 0.

Os jogadores do Verdão do Condá reclamaram bastante de impedimento do centroavante peruano, inclusive porque o auxilar levantou a bandeira, mas o árbitro peruano Michael Espinoza chamou a responsabilidade e validou o lance.

O segundo aconteceu aos 21 minutos, quando Éverton Ribeiro adiantou, Guerrero dominou bonito, girou e cruzou para Willian Arão aparecer como elemento surpresa e escorar para o gol.

Na etapa final, aos 17 minutos, o Flamengo aumentou para 3 a 0. Pará cobrou falta, Guerrero escorou de cabeça e Jandrei fez a defesa, mas o rebote ficou limpo para que Juan deixasse o seu. Na sequência, aos 43, Éverton Ribeiro tocou e Lucas Paquetá, de pé direito, que não é o bom, bateu colocado e fechou a conta.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo