Esporte

Chelsea e Manchester City estão na mira da Fifa por contratações de jovens

21/09/2017 12h28

Londres, 21 set (EFE).- A Fifa está investigando Chelsea e Manchester City por supostas irregularidades em transferências envolvendo jogadores menores de idade, conforme veiculou nesta quinta-feira a emissora britânica "BBC" e confirmou a entidade.

Esta é a terceira vez que os 'Blues' são alvo da federação internacional. Em 2009, o clube chegou a ser punido com dois anos sem puder registrar novos atletas, em decorrência da aquisição do atacante francês Gael Kakuta, junto ao Lens. A sanção, no entanto, foi retirada após apelação.

Há dois anos, a vinda do atacante Bertrand Traoré, de Burkina Fasso, junto ao Bobo-Dioulasso, do país africano, também fez o Chelsea ser investigado.

O Manchester City, por sua vez, recebeu multa de 300 mil libras (R$ 1,27 milhão), além de ter sido obrigado a ficar dois anos sem poder contratar atletas para as divisões de base, após acertar com dois jovens de outras equipes.

Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madrid já foram alvos de investigações da Fifa, em casos semelhantes, e todos acabaram sendo punidos.

O Chelsea garantiu à "BBC" que "cumpriu todos os regulamentos da Fifa para contratar jogadores". Já o Manchester City afirmaram desconhecer qualquer investigação e ainda informaram não ter feito "nada errado".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo