Esporte

Real enfim cala Muralha Amarela, vence Dortmund e segue 100% na Champions

26/09/2017 17h53

Dortmund (Alemanha), 26 set (EFE).- O Real Madrid quebrou nesta terça-feira o jejum de nunca ter vencido o Borussia Dortmund fora de casa pela Liga dos Campeões ao derrotá-lo por 3 a 1 diante da apaixonada Muralha Amarela, como é conhecida a torcida do time alemão.

O grande nome do jogo foi o atacante português Cristiano Ronaldo, que balançou as redes duas vezes, chegando a quatro na competição, da qual é vice-artilheiro. O meia-atacante galês Gareth Bale também marcou, abrindo o placar do duelo. O atacante gabonês Pierre-Emerick Aubameyang fez o gol de honra dos donos da casa.

Este foi o sétimo duelo entre as duas equipes pela 'Champions'. Até então, o Real Madrid havia sido derrotado em três oportunidades e conseguido, no máximo, três empates. O último duelo aconteceu em 27 de setembro do ano passado e terminou 2 a 2.

Com a vitória de hoje, os atuais bicampeões continentais chegaram a seis pontos e se mantiveram com 100% de aproveitamento de pontos no grupo H. Além disso, a equipe tem saldo de gols positivo de cinco e balançou as redes em seis oportunidades, ficando rigorosamente empatada com o Tottenham.

O time londrino, que já havia batido o Dortmund na primeira rodada, superou fora de casa nesta terça-feira o APOEL Nicosia por 3 a 0. O grande nome do jogo foi o atacante Harry Kane, que fez todos os gols.

Agora, o camisa 9 dos 'Spurs' lidera a tabela de artilharia da Liga dos Campeões, com cinco gols marcados.

Para o duelo de hoje na Alemanha, os dois times sofreram com muitos desfalques. No Dortmund, o lateral-esquerdo Marcel Schmelzer e o meia Raphael Guerreiro ficaram fora por problemas físicos. O zagueiro Marc Bartra e o volante Julian Weigl até se recuperaram, mas acabaram como opção de banco.

No Real Madrid, os laterais-esquerdos Marcelo e Theo Hernández foram desfalques por lesão. O zagueiro Jesús Vallejo, o volante Mateo Kovacic e o atacante Karim Benzema também acabaram vetados. O único brasileiro em campo foi o volante Casemiro, titular da equipe espanhola.

Nos primeiros minutos, os anfitriões pressionaram muito a saída de bola do campeão europeu, embora a estratégia não tenha sido revertida em finalizações. Aos 10 minutos, os 'Blancos' ficaram muito perto de marcar, quando Carvajal foi acionado na área, deu drible desconcertante em Toprak e bateu para a defesa de Burki.

A 'blitz' do Real seguiu intensa, com Cristiano Ronaldo comandando as ações, embora muito marcado. Aos 11, o português recebeu bola na direita e acionou Bale, que finalizaria com gol aberto na esquerda, se não fosse a ótima intervenção de Piszczek.

Aos 13, aconteceu o lance mais polêmico, quando Yarmolenko cruzou da direita, Philipp testou sem ângulo, obrigando Navas a cortar. Na trajetória, a bola bateu no braço de Sergio Ramos e não entrou no gol, gerando muita reclamação dos jogadores do Dortmund, principalmente, quando o árbitro holandês Björn Kuipers não marcou falta.

O jogo eletrizante teve a rede balançando pela primeira vez aos 18 minutos do primeiro tempo, quando Carvajal dominou a bola na direita e levantou com categoria para Bale, que emendou de primeira, sem a bola cair, acertando o ângulo esquerdo defendido por Burki.

O galês ainda assustou aos 23, em chute da entrada da área, que parou nas mãos do goleiro suíço. Nitidamente abatido, o Dortmund tentou se reorganizar mas demorou a assustar, o que só aconteceu aos 37, quando Aubameyang perdeu gol frente a frente com Navas. O lance, no entanto, já estava parado por impedimento do gabonês.

Nos minutos finais, o Real levou perigo duas vezes, primeiro com Cristiano Ronaldo, aos 44, em chute para fora, e, em seguida, aos 45, em uma sempre perigosa finalização de cabeça de Sergio Ramos, que saiu perto do gol defendido por Burki.

No segundo tempo, o Dortmund tentou assustar logo no primeiro minuto, mas quem marcou, aos 5, foi o atual campeão europeu. Bale recebeu na esquerda e fez cruzamento rasteiro na medida para Cristiano Ronaldo, que se antecipou ao zagueiro e bateu para o fundo das redes.

Em lance muito parecido com o gol do Real Madrid, a equipe aurinegra conseguiu descontar quatro minutos depois. Castro ajeitou e alçou a bola para área, encontrando Aubameyang, que tomou a frente de Sergio Ramos e tocou de leve conseguir mexer no placar.

Depois de descontar, o Dortmund tomou conta do jogo mais uma vez. Aos 21, Götze fez ótima jogada e levantou a bola, procurando o autor do primeiro gol, que deu leve desviou e ficou muito perto de marcar mais uma vez.

Mais cauteloso, o time espanhol não deixou de agredir o adversário. Aos 30, em contra-ataque rápido, Isco, na última participação no jogo, antes de dar lugar a Asensio, recebeu a bola no campo ofensivo, se livrou da marcação e bateu cruzado, obrigando Burki a fazer grande defesa.

Para matar o jogo para o Real Madrid, aos 34 minutos do segundo tempo, Cristiano Ronaldo recebeu livre na intermediária, após passe na medida de Modric, arrancou e soltou a bomba, sem chance para o goleiro do Dortmund.

O duelo se encaminhou para os minutos finais em ritmo bem mais lento. Ainda assim, aos 46 houve tempo para uma defesa espetacular de Burki, depois que Kroos cobrou escanteio da direita na cabeça de Ramos, que testou com força, parando no goleiro.



Ficha técnica:.

Borussia Dortmund: Burki; Piszczek, Sokratis, Toprak e Toljan (Dahoud); Sahin (Weigl), Castro e Götze (Pulisic); Yarmolenko, Philipp e Aubameyang. Técnico: Peter Bosz.

Real Madrid: Navas; Carvajal, Sergio Ramos, Varane e Nacho; Casemiro, Kroos e Modric (Ceballos); Bale (Vázquez), Cristiano Ronaldo e Isco (Asensio). Técnico: Zinedine Zidane.

Árbitro: Björn Kuipers (Holanda), auxiliado pelos compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra.

Gols: Aubameyang (Borussia Dortmund); Bale, Cristiano Ronaldo e (Real Madrid).

Cartões amarelos: Toprak e Weigl (Borussia Dortmund); Bale, Carvajal e Modric (Real Madrid).

Estádio: Signal Iduna Park, em Dortmund (Alemanha).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo