Esporte

Sem encantar, Barça vence com gol contra e se isola na ponta do grupo D

27/09/2017 18h00

Lisboa, 27 set (EFE).- Pouco inspirado e longe de mostrar um ataque avassalador deste começo de temporada, o Barcelona contou com um gol contra do zagueiro Coates para vencer o Sporting por 1 a 0 no estádio José Alvalade, nesta quarta-feira, e se isolar na liderança do grupo D da Liga dos Campeões.

Primeiro colocado do Campeonato Espanhol, com o maior número de gols marcados, com 20, e impiedoso com a Juventus na estreia na 'Champions', em que fez 3 a 0, o Barça foi "econômico" em Portugal. A rede balançou apenas uma vez, logo no começo do segundo tempo, em jogada confusa na qual o defensor uruguaio acabou sendo o vilão dos torcedores locais.

Com o triunfo, o pentacampeão europeu foi a seis pontos na chave, deixando para trás os próprios 'Leões' e a Juve, que enfrentou o Olympiacos no Allianz Stadium, em Turim, e fez 2 a 0, indo a três. A 'Velha Senhora' vem em terceiro pelo saldo de gols, enquanto o heptacampeão grego ainda não pontuou.

Na terceira rodada, marcada para o dia 18 de outubro, o Barça receberá o Olympiacos, enquanto Juventus e Sporting farão confronto direto pelo segundo lugar na Itália.

O Barcelona, especialmente Messi, foi recebido no Alvalade com um clima hostil. Como provocação ao argentino, a torcida dos donos da casa fez um mosaico com a imagem de Cristiano Ronaldo, cria da base dos 'Leões', e uma faixa com os dizeres: "O melhor do mundo". Dolores Aveiro, mãe do astro do Real Madrid, acompanhou a partida das tribunas.

No Sporting, a principal dúvida na escalação era o titular do comando de ataque. Jorge Jesus escolheu a agilidade de Doumbia em detrimento da força e da altura de Bas Dost, que, contudo, substituiu o africano ainda no primeiro tempo por contusão.

O único brasileiro relacionado pelo treinador português para o jogo foi o meia Bruno César, que ficou no banco, assim como o argentino Alan Ruiz, ex-Grêmio.

Já Ernesto Valverde optou por escalar o Barça no 4-4-2, com Sergi Roberto na formação inicial no lugar de Deulofeu. Apesar de vir fazendo bons jogos, o volante Paulinho começou entre os reservas e entrou na segunda etapa.

A primeira chance de gol do jogo em Lisboa favoreceu a equipe visitante, logo aos nove minutos de bola rolando. Messi bateu falta da direita e tirou tinta da trave defendida por Rui Patrício. Pouco depois, aos 15, Sergi Roberto e Rakitic tabelaram, Luis Suárez foi acionado e chutou para fora.

O Sporting levou perigo aos 16 minutos, em investida solitária de Piccini. O lateral matou no peito, levou da direita para o meio e arriscou de longe, mas mandou por cima do travessão.

O jogo era equilibrado. O Barcelona tinha ampla vantagem na posse de bola, mas criava pouco. Aos 27 minutos, Alba rolou para Suárez, que bateu forte e deu trabalho a Rui Patrício. Na sequência do lance, Messi tentou de cabeça e o goleiro encaixou.

Em cobrança de falta, aos 36 minutos, Messi colocou na cabeça de Piqué, que desviou na direção de Suárez. O uruguaio armou um voleio, mas Mathieu, ex-Barça, cortou de cabeça e impediu o arremate de 'Luisito'.

Outro que estava pronto para disparar contra Rui Patrício era Messi, aos 42. Iniesta passou para o camisa 10, que limpou o primeiro, mas foi travado por Coentrão no carrinho.

No segundo tempo, logo aos três minutos, o time catalão fez 1 a 0 com um gol digno de "pinball". Messi cruzou em cobrança de falta, Bas Dost desviou parcialmente, a bola bateu em Suárez e em Coates por último, antes de morrer na rede.

Com dificuldades diante de uma defesa bem armada, Messi e Suárez pouco criavam entre si. Em um dos raros momentos com os dois como protagonistas, aos 11, o uruguaio lançou de três dedos até o argentino, que foi bloqueado por Mathieu.

Se juntos não causavam muito, separados eles apareciam. Messi bateu mais uma falta perigosa aos 19, raspando a trave. Em seguida, aos 20, Suárez aproveitou erro na saída do Sporting e encheu o pé, mas parou em Rui Patrício.

Após um bom tempo sem dar trabalho à defesa 'blaugrana', o Sporting quase empatou aos 25. Piccini cruzou rasteiro, Bas Dost preparou e Bruno Fernandes concluiu em cima do goleiro Ter Stegen. Minutos depois, aos 33, o grandalhão da equipe mandante ajeitou de novo, agora de cabeça, e William Carvalho isolou.

Paulinho entrou em seguida e teve chance bastante clara aos 40, mas a desperdiçou. Paulinho foi acionado perto da meia-lua e, de frente para Rui Patrício, que saiu para abafar, chutou em cima do arqueiro português.

No outro jogo da chave, a Juventus demorou a encontrar o caminho do gol diante do Olympiacos e precisou que Higuaín saísse do banco para abrir o placar, aos 24 minutos do segundo tempo. Mandzukic definiu o placar de 20 ao deixar o seu aos 35.



Ficha técnica:.

Sporting: Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão (Jonathan Silva); William Carvalho e Battaglia; Gelson Martins, Bruno Fernandes e Acuña (Bruno César); Doumbia (Bas Dost). Técnico: Jorge Jesus.

Barcelona: Ter Stegen; Semedo, Piqué, Umtiti e Alba; Busquets, Rakitic, Sergi Roberto (André Gomes) e Iniesta (Paulinho); Messi e Luis Suárez (Vidal). Técnico: Ernesto Valverde.

Árbitro: Ovidiu Hategan (Romênia), auxiliado pelos compatriotas Octavian Sovre e Sebastian Gheorghe.

Cartões amarelos: Gelson Martins, Fábio Coentrão, Doumbia, Acuña, Piccini e Coates (Sporting); Semedo (Barcelona).

Estádio: José Alvalade, em Lisboa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo