Esporte

Hamilton tenta 4ª vitória seguida na possível despedida da Malásia da F-1

28/09/2017 12h18

Redação Central, 28 set (EFE).- O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, chega para o Grande Prêmio da Malásia, que pode estar se despedindo neste ano da Fórmula 1, embalado por sequência de três vitórias consecutivas, que o fizeram abrir 28 pontos de vantagem para o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari.

O ponto alto foi a prova mais recente do Mundial, disputada em Cingapura, em que ocupou o lugar mais alto do pódio e ainda viu o concorrente abandonar após acidente na largada, com o companheiro de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen, e o holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Agora, Hamilton aparece com 263 pontos na tabela de classificação, contra 235 de Vettel, que já passa a ser ameaçado pelo outro piloto da Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas, que ao terminar em terceiro no circuito de Marina Bay, chegou a 212 pontos.

O vice-líder do Mundial, no entanto, espera fazer jus ao retrospecto na Malásia, onde levou a melhor quatro vezes (2010, 2011, 2013 e 2015), sendo o maior vencedor na pista desde que o circuito de Sepang entrou no calendário oficial da F-1, em 1999.

O espanhol Fernando Alonso, atualmente, na McLaren ganhou em três oportunidades (2005, 2007 e 2012) e o Kimi Raikkonen em duas (2003 e 2008). Hamilton só cruzou a linha de chegada em primeiro há três anos. O último a subir ao topo do pódio foi o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull.

Essa, no entanto, pode ser a última vez que o circo da Fórmula 1 desembarca na Malásia. Isso porque, o Grande Prêmio não consta no calendário prévio para a próxima temporada, devido o fim do contrato da organização da competição com os responsáveis pelo circuito.

Ainda com futuro incerto na categoria, já que a Williams não decidiu quem será o companheiro do canadense Lence Stroll, Felipe Massa tentará voltar a zona de pontuação. Em Cingapura, o único brasileiro do grid terminou apenas na 11ª colocação.

A lista de pilotos que participará da prova no circuito de Sepang terá mudanças, já que o russo Daniil Kvyat será substituído pelo francês Pierre Gasly, atual campeão da GP2, na Toro Rosso. A equipe decidiu pela mudança nesta corrida e também no seguinte, que acontecerá no Japão.

As atividades para o Grande Prêmio da Malásia terão início na madrugada desta sexta-feira, ás 0h (de Brasília). O treino de classificação acontecerá no sábado, às 6h. Já a largada para a primeira de 56 voltas, será às 4h.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo