Esporte

Hamilton encara GP do Japão com retrospecto da Mercedes em Suzuka em mente

04/10/2017 15h29

Redação Central, 4 out (EFE).- O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, espera fazer jus ao retrospecto recente da escuderia no Grande Prêmio do Japão, para iniciar arrancada rumo a três vitórias nas últimas cinco etapas do Campeonato Mundial de Fórmula 1, que valerão o título da temporada.

Segundo colocado no último fim de semana, quando foi disputado o GP da Malásia, o dono do carro de número 44 chegou a 281 pontos na tabela de classificação. O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, apenas quarto colocado em Kuala Lumpur, aparece logo atrás, com 247.

Nesse momento, os dois primeiros ainda dependem de si para conquistar o título. O campeão das temporadas 2010, 2011, 2012 e 2013, caso vença as cinco provas restantes, conseguirá ultrapassar Hamilton, independente do desempenho do rival na disputa.

O britânico da Mercedes, por sua vez, vai em busca de três vitórias que valerão matematicamente o título. Por exemplo, se levar a melhor no Japão, Estados Unidos e México, chegará a 356 pontos, abrindo, pelo menos 55 de frente para Vettel, faltando duas etapas para serem realizadas.

Embora na Malásia o time prateado tenha sido seguido bem mais de perto por Ferrari e Red Bull, a expectativa é repetir o desempenho das últimas três temporadas, em que conseguiu a primeira fila, integralmente, nas edições de 2014, 2015 e 2016, sempre como o alemão Nico Rosberg.

Hamilton, no entanto, conseguiu superar nas duas primeiras dessas três provas. No ano passado, após largar mal, chegou a cair para oitavo, fez boa corrida de recuperação e fechou a prova em terceiro, enquanto o companheiro de equipe conseguiu cruzar a linha de chegada em primeiro.

Vettel, por sua vez, foi um dos grandes nomes do GP da Malásia, depois de largar na última colocação e conseguir terminar na quarta colocação, lutando intensamente pelo pódio com o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, que ficou em terceiro.

O holandês Max Verstappen, outro piloto da escuderia anglo-austríaca, voltou a vencer na categoria, em Kuala Lumpur. O jovem piloto tenta encerrar má fase, após ter abandonado sete das 14 etapas anteriores, desempenho que o deixa apenas na sexta posição da classificação, com 93 pontos.

Felipe Massa, por sua vez, chega para o GP do Japão "ameaçado" pelo companheiro de Williams, o canadense Lance Stroll. Os dois pilotos, agora, estão separados por apenas um ponto, com o brasileiro aparecendo em 11º na tabela, com 33 pontos.

Outra expectativa é pelo desempenho da McLaren, já que a prova acontece na "casa" da Honda, fornecedora de motores do time inglês. Na última etapa, o espanhol Fernando Alonso e o belga Stoffel Vandoorne largaram no 'top-10', com o piloto mais jovem alcançando a sétima posição.

A primeira atividade em Suzuka será o treino livre desta quinta-feira, às 22h (horário de Brasília). A definição do grid de largada será na madrugada de sábado, às 2h (de Brasília). Já a primeira das 53 voltas da corrida será às 3h (de Brasília) do domingo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo