Esporte

Sampaoli diz que partida contra o Peru é a mais importante de sua carreira

04/10/2017 21h39

Buenos Aires, 4 out (EFE).- O técnico da Argentina, Jorge Sampaoli, classificou a partida desta quinta-feira contra o Peru, em Buenos Aires, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, como a mais importante de sua carreira.

"A próxima partida é a mais importante, mas estou muito confiante porque os jogadores darão ao povo argentino a possibilidade de ir ao Mundial", disse o treinador em entrevista coletiva.

Sampaoli fez mistério sobre a equipe que irá a campo no estádio de La Bombonera para a partida contra o Peru, decisiva para as pretensões da Argentina de ir à Copa do Mundo de 2018. A 'Albiceleste' ocupa o quinto lugar das Eliminatórias Sul-Americanas, com 24 pontos, mesma pontuação do Peru, que está na frente na tabela, na quarta posição, por ter mais vitórias.

"Hoje treinamos de manhã com um grupo e à tarde com outro. Todos têm as mesmas chances e ainda não defini a equipe. É importante que estejam os melhores (em campo) para que a Argentina vá ao Mundial", disse Sampaoli ao ser perguntado sobre os titulares.

"Tenho muita confiança nesses jogadores. Sempre buscamos parcerias que possam funcionar dentro do campo de jogo", explicou.

Sampaoli também minimizou a importância de La Bombonera, casa do Boca Juniors, para a partida. A Argentina ainda não tinha jogado no local na atual edição das Eliminatórias e resolveu mudar pela pressão que a torcida exerce no estádio.

"O campo é irrelevante, o que muda algo é o afeto das pessoas, que é fundamental. Tomara que amanhã tenhamos isso, ainda mais neste momento difícil", disse o técnico.

"O Peru vem para buscar um resultado que lhe dê a possibilidade de se classificar para a Copa. Vamos ter um rival consolidado e muito difícil pela frente", disse Sampaoli sobre o adversário.

Apesar do mistério sobre a escalação, o técnico confirmou que o atacante Mauro Icardi, da Inter de Milão, e que tem jogado ao lado de Lionel Messi, está com dores musculares.

Sampaoli também minimizou a polêmica gerada pela declaração do atacante Paulo Dybala, da Juventus, de que é difícil jogar com o craque do Barcelona.

"Não me pareceu uma declaração tão grave. Sabemos que Paulo pode dar muito à equipe no futuro. Hoje, como não temos muito tempos para trabalhar e sabemos que ele se choca com Leo, preferi apostar nele mais para frente", explicou.

"Imagino a Argentina buscando a partida com muita fúria. Amanhã vamos entrar com tudo. Meu estilo é atacar o tempo todo e jogar no campo do rival. Os jogadores vão deixar tudo em campo para ir ao Mundial", concluiu o técnico.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo