Esporte

Ricardo Carvalho é condenado na Espanha a 7 anos de prisão por fraude fiscal

06/10/2017 12h37

Madri, 6 out (EFE).- Um tribunal de Madri, na Espanha, condenou nesta sexta-feira o zagueiro português Ricardo Carvalho, atualmente no Shanghai SIPG, da China, a sete anos de prisão, devido dois crimes fiscais cometidos entre 2011 e 2012, após acordo entre a defesa do jogador e da Promotoria local.

O ex-Porto, Chelsea, Real Madrid, Monaco, entre outros, ainda foi multado em 142,8 mil euros (R$ 524 mil), pouco menos da metade do que havia pedido a Advocacia do Estado, que também exigia detenção de um ano.

Durante audiência no tribunal madrilenho, Ricardo Carvalho admitiu a acusação da Promotoria, de ter sonegado 546 mil euros (R$ 2 milhões), referentes a pagamentos que recebeu a título de direitos de imagem.

Carvalho teria repassado os valores a uma empresa, Alda Ventures, sediada nas Ilhas Virgens, que, por sua vez, o encaminhada para a irlandesa Multisports & Image Management. Os valores não foram declarados no período em que o português defendeu o Real Madrid, nos impostos de renda de 2011 e 2012.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo