Esporte

Americano quebra tabu de 15 anos ao vencer a Maratona de Chicago

08/10/2017 15h36

Chicago (EUA), 8 out (EFE).- O americano Galen Rupp, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no ano passado, venceu neste domingo a Maratona de Chicago, quebrando 15 anos de jejum de atletas da casa, enquanto a etíope Tirunesh Dibaba levou a melhor entre as mulheres.

Entre os homens, o inédito campeão levou a melhor com o tempo de 2h09min20s, sendo seguido por dois quenianos, Abel Kirui, que ficou 28 segundos atrás, e Bernard Kipyego, que terminou distante em um minuto e três segundos.

O último maratonista americano a vencer em Chicago foi Khalid Khannouchi, que levou a melhor em 2002.

Tirunesh Dibaba, que foi medalhista de ouro na prova dos 10 mil metros nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, e Londres, em 2012, quebrou hegemonia de dois anos do Quênia, ao vencer a prova feminina com sobras, em 2h18min31s.

Na segunda posição terminou, justamente, uma queniana, Brigid Kosgei, que completou a prova em 2h20min22s. A americana Jordan Hasay fechou a disputa na terceira posição, com marca de 2min20s57.

A edição de 2017 da Maratona de Chicago foi a 40ª e teve uma marca histórica, com o recorde de 44 mil participantes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo