Esporte

Portugal bate Suíça em confronto direto e se classifica para a Copa

10/10/2017 17h43

Lisboa, 10 out (EFE).- Atual campeã europeia, a seleção de Portugal garantiu sua quinta participação seguida em uma Copa do Mundo, desta vez a de 2018, ao vencer a Suíça por 2 a 0 nesta terça-feira no Estádio da Luz, em confronto direto pela primeira posição do grupo B das Eliminatórias europeias.

A equipe visitante chegou a Lisboa com 100% de aproveitamento no torneio de classificação da Uefa para o Mundial, mas ainda precisava de um empate para confirmar presença na Rússia no ano que vem. Como não conseguiu, perdeu a chance de conseguir a vaga direta e terá que jogar a repescagem do Velho Continente. Cabeça de chave, a Suíça terá a vantagem de decidir o confronto em casa.

Com a vitória, Portugal chegou a 27 pontos, como o adversário, e levou a melhor no primeiro critério de desempate, saldo de gols (+28 a +16). De quebra, Cristiano Ronaldo e companhia asseguraram a condição de cabeça de chave na Copa, definida através do ranking da Fifa.

Houve apenas um ponto a ser lamentado pelos portugueses, ou ao menos por um jogador em especial. Obcecado por recordes e marcas pessoais, Cristiano precisava de um gol para igualar o polonês Robert Lewandowski como artilheiro de uma só edição de Eliminatórias. Porém, o camisa 7 não marcou e ficou com 15, contra 16 do centroavante do Bayern de Munique.

O jogo no Estádio da Luz teve a presença ilustre de Madonna. Madonna. A Rainha do Pop se mudou recentemente para Portugal, depois que o filho David Banda, de 11 anos, se destacou em uma escolinha de futebol do Benfica.

Portugal teve mais a bola desde o começo e tentou exercer uma pressão. A Suíça resistia bem, embora não conseguisse contra-atacar. Aos cinco minutos de partida, André Silva recebeu de João Mário na esquerda da área e chutou cruzado, mas o desvio na zaga facilitou a defesa do goleiro Sommer.

O jogo não era dos mais empolgantes, muito porque Cristiano Ronaldo, bem marcado, pouco aparecia. Aos 21, o craque do Real Madrid partiu para a jogada individual pela esquerda e sofreu falta, não aproveitada pelo ataque português.

Aos 31 minutos, em saída errada da defesa dos donos da casa, a bola chegou na área até Seferovic, que recebeu o combate de Pepe e Eliseu e caiu pedindo pênalti. O árbitro ignorou e deixou seguir, permitindo o contra-ataque lusitano. João Mário deu para Bernardo Silva, que soltou a bomba e parou no goleiro.

Se o talento de jogadores como Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e João Moutinho não estava sendo suficiente para resolver, a atual campeã europeia contou com a sorte para abrir o placar. Eliseu cruzou por baixo da esquerda, Sommer saiu tentando cortar e acabou acertando Djourou. A bola bateu no zagueiro suíço e entrou.

A Suíça tinha dificuldade em propor o jogo para buscar o empate, que lhe serviria. Aos cinco minutos, Lichtsteiner sofreu falta, Shaqiri fez a cobrança e Rui Patrício pegou. A resposta foi dada aos dez, por Cristiano, que arrematou de fora de pé esquerdo e encobriu a meta.

Um minuto depois, aconteceu o segundo gol. Em bonita linha de passes da seleção anfitriã, João Moutinho tocou na direita da área para Bernardo Silva, que, devido a uma linha de impedimento mal feita, recebeu livre. O meia do Manchester City tocou para o meio e, sem goleiro, André Silva se enrolou em um primeiro momento, mas consertou e colocou para a rede.

Em uma rara jogada bem trabalhada do ataque suíço, Seferovic esteve a centímetros de diminuir. Aos 22, Shaqiri avançou pelo meio e arriscou. O centroavante, que atuou "em casa", já que defende o Benfica, desviou e mandou rente à trave esquerda.

O ritmo da partida então caiu, já que o poderio ofensivo da Suíça não é dos maiores. Quem esteve mais perto de um outro gol foi Portugal, com Cristiano Ronaldo, que poderia ter igualado o recorde de Lewandowski. Aos 34, o astro lusitano partiu livre e em condição legal, mas, em vez de definir, optou por tentar driblar o goleiro e ficou sem a bola.

Terceira colocada do grupo B, a Hungria se despediu das Eliminatórias batendo Ilhas Faroe por 1 a 0 em Budapeste. Böde marcou o gol decisivo aos 36 minutos do segundo tempo.

No jogo que definiu o lanterna da chave, a Letônia confirmou a quinta colocação ao golear Andorra por 4 a 0 e deixar a equipe adversário em último lugar. Sabala marcou duas vezes, enquanto Ikaunieks e Tarasovs balançaram a rede uma vez cada no Skonto Stadions, em Riga.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo