Esporte

Jogadores bolivianos veem "justiça divina" em ausência do Chile na Copa

11/10/2017 22h50

La Paz, 11 out (EFE).- Vários jogadores da Bolívia afirmaram nesta quarta-feira que houve "justiça divina" na ausência do Chile na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, uma provocação pelos pontos que a 'Roja' tirou no tapetão dos bolivianos pela escalação irregular de um atleta nas Eliminatórias Sul-Americanas.

O atacante Gilbert Álvarez foi um dos que usou a expressão para ironizar a eliminação do Chile. Para ele, os chilenos foram os que mais "fizeram show" sobre pontos perdidos pela Bolívia.

No ano passado, o Chile apresentou um recurso à Fifa sobre a escalação irregular de Nelson Cabrera no empate sem gols entre as duas seleções em Santiago pela oitava rodada das Eliminatórias.

O Peru, que perdeu para os bolivianos por 2 a 0 em La Paz, também com Cabrera em campo, aproveitou a oportunidade e também pediu punição para o adversário.

A Fifa decidiu retirar da Bolívia os quatro pontos obtidos nas partidas e conceder vitórias por 3 a 0 para Chile e Peru. Caso não houvesse a punição, os chilenos teriam terminado as Eliminatórias na quinta posição, que ficou com os peruanos, classificados para a repescagem contra a Nova Zelândia.

Capitão da Bolívia, o zagueiro Ronald Raldes ressaltou que as Eliminatórias Sul-Americanas são muito difíceis e que todos querem tirar vantagem como podem.

"O Chile exigiu alguns pontos e, no fim, isso acabou os prejudicando. Mas isso é assim mesmo. O justo é justo", disse.

Cabrera, por sua vez, usou as redes sociais para comentar a ausência do Chile no Mundial da Rússia.

"Deus sabe o que faz e o faz em momentos perfeitos", escreveu o jogador, anexando na mensagem imagens da classificação das Eliminatórias com e sem a punição aos bolivianos.

Em resposta a alguns jornais do Chile que afirmaram que o jogador estaria ironizando o país, Cabrera disse que "jamais zombaria da tristeza alheia".

O técnico da Bolívia, Mauricio Soria, não falou especificamente sobre o tema, mas respondeu ao meia Artur Vidal, que disse em setembro, após a vitória de sua equipe sobre o Chile, por 1 a 0, que os bolivianos veriam a Copa do Mundo pela televisão.

"Um jogador que me parece que precisava ter um pouco mais de respeito pelo que ele é, pelo que seu país é e pelo que somos todos em nosso país disse que veríamos o Mundial pela televisão. Agora parece que é ele que vai ver a Copa pela televisão", disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo