Esporte

Gordon Strachan deixa de ser técnico da Escócia

12/10/2017 14h14

Londres, 12 out (EFE).- O técnico Gordon Strachan deixou nesta quinta-feira o comando da seleção da Escócia, depois de não ter conquistar a classificação para a Copa do Mundo do ano que vem, na Rússia.

A seleção escocesa não passou de um empate com a Eslovênia em 2 a 2 no último domingo, em Ljubljana, e ficou com a terceira posição do grupo F, com 18 pontos, mesmo número da segunda colocada, a Eslováquia, que não foi à repescagem por ter sido a pior vice-líder. Quem venceu o grupo foi a Inglaterra, com 26 pontos.

"A diretoria da Scottish FA (federação escocesa) e Gordon Strachan decidiram que a seleção nacional seja liderada por um novo treinador na preparação para a fase de classificação para a Eurocopa de 2020", informou através de um comunicado o organismo máximo do futebol escocês.

"O contrato de Gordon terminará com efeito imediato, bem como o de seu auxiliar, Mark McGhee. Somos gratos a Gordon pela sua paixão, o seu profissionalismo e o seu compromisso demonstrado desde a sua nomeação, em janeiro de 2013", acrescentou a nota.

A Escócia não disputa a Copa do Mundo desde 1998, edição em que foi a adversária de estreia do Brasil. Na ocasião, o time dirigido por Zagallo obteve uma difícil vitória por 2 a 1.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo