Esporte

Após vencer disputa judicial, Messi doa R$ 273 mil à Médicos sem Fronteiras

Alvaro Barrientos/ AP
Messi abre o placar para o Barcelona contra o Bilbao Imagem: Alvaro Barrientos/ AP

02/11/2017 10h30

O atacante Lionel Messi doou à ONG Médicos sem Fronteiras os 72.783 euros que recebeu de um jornalista espanhol por decisão judicial em um processo que movia contra ele por injúria, informou nesta quinta-feira a empresa que administra a imagem do jogador do Barcelona.

Messi já tinha manifestado a intenção de que o valor total da indenização fosse destinado à organização quando também recebeu decisão favorável em primeira instância. Na ocasião, o jornalista Alfonso Ussía, do jornal "La Razón", recorreu da sentença.

O atacante processou Ussía por causa de um artigo que o jornalista escreveu durante a Copa do Mundo de 2014, no qual o acusou de usar hormônio para crescimento e o chamou de "nandrolono", em referência à substância nandrolona, classificada como doping por diversas entidades esportivas.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo