Esporte

Suárez e Godín apoiam jogadores uruguaios em disputa contra sindicato

02/11/2017 18h06

Montevidéu, 2 nov (EFE).- O atacante Luis Suárez e o zagueiro Diego Godín expressaram nesta quinta-feira apoio aos atletas que atuam no Campeonato Uruguaio, que estão em conflito com o Sindicato Uruguaio de Jogadores Profissionais (MUFP), o que fez o Torneio Clausura ficar suspenso por duas semanas.

Os dois ídolos do futebol do país compartilharam nas redes sociais uma mensagem de apoio e reconhecimento aos companheiros do Movimento Unido Mais Que Nunca, que reúne os jogadores locais que estão em conflito com o sindicato.

O mesmo foi feito por outros jogadores da seleção uruguaia, como José María Giménez, Matías Vecino, Carlos Sánchez, Sebastián Coates, Giorgian De Arrascaeta, Gastón Silva e Cristhian Stuani.

Na mensagem, Godín e Suárez afirmam conhecer o "esforço e compromisso" dos atletas pra melhorar as condições do futebol local.

"Os jogadores estão comprometidos nesta dura luta para obter mecanismos transparentes de negociação, sem corrupção na tomada de decisões, sem beneficiar terceiros em detrimento dos verdadeiros atores desta atividade e brigamos por um sistema digno, justo e igual para todos", acrescentou a mensagem.

Além disso, os jogadores avaliaram que a posição tomada pela Associação Uruguaia de Futebol (AUF), que interveio no conflito e resolveu reconhecer o Movimento Unido Mais Que Nunca como um "coletivo legítimo" e estabelecer diálogo interno entre as partes.

A mensagem termina com o desejo de obter um "futebol honesto, transparente e democrático".

O conflito entre os jogadores uruguaios e o sindicato dura mais de dez meses. No último dia 18 de outubro, os atletas decidiram não jogar, suspendendo assim o Torneio Clausura, que será reiniciado apenas neste próximo final de semana.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo